Novo Mercedes-Benz CLS Coupé: Muito perto da perfeição

Novo Mercedes-Benz CLS Coupé: Muito perto da perfeição
À primeira vista não há grandes diferenças, mas num seguindo olhar percebe-se que o 'restyling' operado pela Mercedes-Benz no CLS (Coupé e Shooting Brake) conseguiu o que parecia impossível: melhorar um modelo que já era quase perfeito.
Ao nível estético registam-se apenas alguns retoques na zona frontal, com entradas de ar de maiores dimensões e uma nova grelha que casa na perfeição com o desenho dos faróis Multibeam LED - sistema inovador de iluminação dotado de grande precisão e que se adapta automaticamente às condições da estrada, permitindo visualizar eventuais obstáculos entre 30 a 60 metros mais cedo. 
Através de uma câmara colocada no vidro frontal, esta tecnologia revolucionária, desenvolvida pela marca de Estugarda, orienta automaticamente o LED individuais para evitar encadeamentos de quem circula de frente ou para iluminar zonas da estrada com menor visibilidade. 
 
Aliado a este, no CLS há outros sistemas tecnológicos capazes de deslumbrar, como o estacionamento activo com Paktronic e câmara de 360º. Transforma qualquer manobra numa diversão, com imagem de todo o carro projectada num monitor tipo tablet como se fosse captada por drone. Para além disso, estão disponíveis vários 
 
A versão testada pelo JR (CLS 250 BlueTEC) incluía ainda sistema programável de massagens nos bancos dianteiros, contribuindo, e de que maneira, para uma das viagens mais confortáveis que alguma vez realizamos durante um teste-drive. Aliás, como noutros modelos da marca alemã, conforto é palavra de ordem no CLS, embora o estilo coupé prejudique um pouco a habitabilidade nos lugares traseiros.
A nova geração do CLS tem quatro opções de motores, sendo que a mais equilibrada corresponde ao 250 BluteTEC. Trata-se de um propulsor Diesel de quatro cilindros e injecção directa common rail de quarta geração, turbocompressor e tecnologia BlueTEC, com 204 cv e binário de 500 Nm. Todas as versões incluem a pioneira transmissão automática de nove velocidades 9G-Tronic, que consegue reduzir consumos a par com o reforço da agilidade e do conforto nas mudanças de velocidades. 
A lista de equipamentos, de sistemas multimédia, de segurança e auxílio à condução é extensa e leva a um aumento gradual do preço final, que tem início no 78.000€.
 
Paulo Parracho