Novo Mazda CX-3: Crossover ou SUV mais pequeno

Novo Mazda CX-3: Crossover ou SUV mais pequeno
Mais que um utilitário, não tão grande como um SUV. O CX-3 está, assim, entre o Mazda2, com o qual partilha a plataforma, e o CX-5, de onde proveem alguns traços da nova filosofia de design da marca, apelidada de “Kodo – A Alma do Movimento”. O motor 1.5 SkyActiv-D, de 105 cv, estreado com este modelo, faz toda a diferença.
 
Já aqui dissemos que os crossover compactos (Fiat 500X, Nissan Juke, Renault Captur, entre outros), se inserem no chamado “segmento da moda”, devido ao sucesso comercial que têm alcançado. Atentos às tendências do mercado, os construtores diversificam cada vez as suas gamas, criando produtos de características próprias mas que se posicionam entre segmentos. 
 
É o caso do novo CX-3. Um crossover que partilha a plataforma do Mazda 2, mas acrescenta 21 cm ao comprimento, 7 cm à largura e 4 à altura do utilitário nipónico. Nesta espécie de simbiose, aproveita muito do design do SUV CX-5, resultando num modelo particularmente bonito. 
 
 
A posição de condução não será tão elevada como a dos principais concorrentes (sendo este um factor de escolha na hora de optar por um crossover), mas a altura ao solo é de 15 cm, o que permite transpor obstáculos citadinos e alguns pisos mais irregulares com maior facilidade.
 
Lá dentro, a Mazda caprichou em termos da qualidade e desenho dos bancos, permitindo conforto e espaço suficiente para condutor e passageiros, sendo que o 5.º lugar fica prejudicado pelo túnel central e pelo declive do tejadilho.
 
O conforto a bordo sai muito beneficiado pelo trabalho de uma suspensão com eixo de torção que filtra bem as irregularidades do piso.
 
Quanto ao novo motor turbodiesel 1.3 SkyActiv, de 105 cv e 270 Nm de binário, significa um argumento acrescido para a marca. Acoplado a caixa de seis velocidades, mostra genica para os arranques citadinos e não desilude em estrada. 
 
Para além disso, é particularmente poupado: no teste efectuado, conseguimos médias na casa dos 4,8 l/100 km, sem grande preocupações.  
 
O Mazda CX-3 apresenta-se muito bem equipado de série, com A/C automático, ecrã táctil de 7'' com sistema multimédia, cruise control, volante em pele, start/stop, ajuda ao arranque em subida, entre outros. Por mais 400€ podemos juntar-lhe o GPS, enquanto o pacote com sensores de estacionamento, de luz e chuva, avisador de saída de faixa de rodagem e o vidros escurecidos custa cerca de 1085€.
 
Destaque ainda para o i-ACTIVSENSE, com uma panóplia de sistemas de segurança e ajuda à condução, que pode juntar mais 1310€ ao preço base de 22.960€.
 
Paulo Parracho
 
                                             02 PressPack_Mazda_CX-3_ApresNacional.pdf (3355738)
                                             03 TabelaPreços_Mazda_CX-3_ApresNacional.pdf (136484)
                                             04 Catalogo Mazda CX-3_ApresNacional.pdf (1675782)