Novo Honda Civic: Renovação total em modelo de referência

Novo Honda Civic: Renovação total em modelo de referência
O Honda Civic entra na sua 10.ª geração com plataforma totalmente renovada, que o torna maior e mais largo. Chega a Portugal no final deste mês, na versão hatchback (cinco portas), com motores a gasolina 1.0 e 1.5, de 129 e 182 cv. 
 
A marca garante que o fabrico do novo Civic recorre aos  métodos mais modernos e por isso investiu qualquer coisa como 270 milhões de euros na sua unidade de produção de Swindon, Reino Unido.
 
No mesmo mês em que a representação da Honda em Portugal muda de mãos, o novo Civic constituirá forte argumento de vendas para o novo importador. 
A nova plataforma, para além de ampliar a dimensão do carro, dispõe de maior rigidez estrutural e possibilita um centro de gravidade mais baixo (10 mm), o que aliado a uma nova suspensão traseira multibraços, resulta numa melhoria considerável em termos de comportamento dinâmico, face ao antecessor.
 
Os novos motores VTEC Turbo, de 1.0 e 1.5 litros, têm o propulsor 2.0 de 310 cv utilizado no anterior Type R como base tecnológica, o que só por si é garantia de alta performance.
 
De resto, na apresentação internacional do novo Civic, realizada em Barcelona, tivemos ocasião de ficar bastante agradados com a proposta de menor cilindrada. Apesar de estarmos perante um três cilindros, o 1.0 VTEC de 129 cv revela grande suavidade, baixo ruído e uma agilidade digna de um desportivo. Em contraste, os consumos anunciados de 4,8 litros/100 km estão ao nível do que se espera de um carro com estas características.
 
Por sua vez, o motor 1.5 de quatro cilindros e 185 cv assume, esse sim, vocação mais radical e verdadeiramente desportiva, quer  na versão dotada de caixa manual de seis velocidades ou com a nova transmissão automática CVT de variação contínua.
 
Para além disso, o novo Civic é claramente mais espaçoso e confortável. O interior mantém o estilo moderno e irreverente, com destaque para o novo painel de instrumentos multifunções. Os plásticos (embora duros), revestimentos e acabamentos são de qualidade. Também o nível de equipamento é dos mais completos do segmento, incluindo o sistema multimédia Honda Connect 2, de série, com ecrã táctil de 7 polegadas, tal como os sistemas de segurança e ajuda à condução (Honda Sensing).
 
Resta ainda uma palavra para a ampla bagageira, de 478 litros (um pouco menos nas versões desportivas), factor importante para aqueles que continuam a ver o Civic como um familiar de referência. 
 
Os preços começam nos 23.300€.
 
Manuel Alverca
 

Galeria de Fotos: Novo Honda Civic