Normalidade regressa ao Marquês de Pombal

Normalidade regressa ao Marquês de Pombal

O trânsito na rotunda do Marquês de Pombal, Lisboa, fluía esta manhã sem sinais de dificuldades, depois de na manhã anterior as alterações à circulação impostas pela Câmara terem provocados o caos no tráfego, com filas e esperas longas.

Às 09h30, as paragens no trânsito eram as normais, provocadas pelos semáforos, sem grande acumulação de tráfego.

Ao contrário do que se passou na manhã de segunda-feira, primeiro teste forte às alterações, a circulação hoje pela rotunda externa fazia-se tranquilamente e na rotunda interna circulavam muito mais carros do que 24 horas antes.

A Polícia Municipal mantém-se no local a orientar a circulação, que ao início da manhã apenas registou alguns problemas quando foi necessário fazer ajustes aos tempos dos semáforos, provocando, por um curto período, filas um pouco mais longas.

“Aparentemente, os ajustamentos que fizemos permitiram responder aos problemas que tinham sido detectados. Hoje já está a haver uma utilização mais equilibrada das duas rotundas e, naturalmente, o trânsito está a fluir melhor”, disse à Lusa o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, que esta manhã esteve novamente no Centro de Controlo de Tráfego, na Avenida Alexandre Herculano, a monitorizar a circulação na zona.

António Costa referiu que "as quatro alterações feitas nas últimas 24 horas permitiram que hoje as coisas estejam a correr melhor, mas sublinhou que "é preciso ter em conta o factor da habituação” e que “ainda é cedo para tirar conclusões”.

Hoje há painéis informativos mais claros, três carreiras da Carris foram desviadas para a rotunda interna, procedeu-se a um aumento do tempo dos semáforos na rotunda exterior e à abertura da faixa na Rua Joaquim Augusto Aguiar para a rotunda interior.

“Provavelmente houve hoje muitas pessoas que fugiram ou que evitaram vir de carro, e, como dissemos, é preciso entre 15 dias a um mês para que possamos tirar conclusões mais definitivas”, disse o presidente da autarquia lisboeta, que deverá passar as manhãs do resto da semana no Centro de Controlo de Tráfego a acompanhar o evoluir da situação.

O novo esquema de circulação na rotunda do Marquês de Pombal está em teste até Dezembro.