Nani regressou por um dia ao Real, clube onde despontou para o futebol

Nani regressou por um dia ao Real, clube onde despontou para o futebol

O futebolista internacional luso Nani descartou hoje a possibilidade de regressar a Portugal, revelando que gostaria de aprender a falar francês, numa altura em que se fala da possibilidade de ir jogar para terras gaulesas. O jogador, que falava à margem da terceira edição do Toneio Nani 360, que decorreu no campo do Real Sport Clube, em Monte Abraão, emblema que o formou antes de ingressar no Sporting, sustentou que nos próximos dias irá "pensar nas melhores condições" para tomar uma decisão, revelando que dificilmente irá jogar ao lado de João Moutinho.
"Eu adorava aprender francês. O espanhol já ‘hablo’ um bocadinho. Já lá passei férias. Espanhol é mais fácil. Italiano também gostava de aprender. É sempre bom jogar com João Moutinho, mas não sei se será possível", rematou.
Para já a única certeza é que o futuro de Nani não passará por Portugal e que nos próximos dias será anunciado o próximo emblema do extremo da equipa das “quinas", cujo destino poderá passar pelo Paris Saint-Germain, Mónaco ou Arsenal.
"Ainda nada está certo. Só posso dizer que estou tranquilo, está tudo nas minhas mãos. Vou pensar nas melhores condições e onde me sentir melhor. Respeito muito os clubes portugueses. Tenho um carinho muito grande pelo Sporting, é o meu clube em Portugal. Neste momento não estou a pensar regressar. O meu nível é outro e não cabe na cabeça de ninguém vir para Portugal", disse.
Sobre a seleção e sobre a vitória frente à Rússia, Nani deixou claro que o triunfo foi um tónico importante para as aspirações lusas na tentativa de carimbar o passaporte para o Campeonato do Mundo do Brasil, em 2014, mas que neste momento nada está garantido.
"Sabemos que temos muito trabalho pela frente. Conseguimos ganhar à Rússia, mas não podemos tirar o pé do acelerador. O nosso objetivo é chegar ao Mundial", concluiu.