Museu do Ar celebra 45.º aniversário em Sintra

Museu do Ar celebra 45.º aniversário em Sintra
Foi sob o mote “Dever da memória” que se comemorou o 45º Aniversário da criação do Museu do Ar (MUSAR). É o assinalar de um marco histórico de elevada importância para este espaço repleto de memórias da aviação, e para os portugueses e estrangeiros, entusiastas e apaixonados pelas aeronaves e pela história, ou simplesmente curiosos, que hoje se assinalou em Sintra.

No decorrer da cerimónia, que contou com a presença de individualidades militares e civis, de entre as quais, o Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, General José Pinheiro, e o Presidente da Câmara Municipal de Sintra, Dr. Fernando Seara, o Diretor do MUSAR, Coronel Antero Coutinho, proferiu uma breve alocução na qual se referiu à história, à importância da preservação do património da aviação e do conhecimento público, enriquecido pelos novos espaços que o MUSAR coloca atualmente à disposição de quem o visita.

Este espaço museológico que ao longo destes anos recuperou e inventariou muito do património da Aviação em Portugal, tanto com atividades de restauro e recuperação de aeronaves e objetos aeronáuticos, bem como de recolha de testemunhos documentais, é hoje herdeiro de perto de 10 000 peças, entre aeronaves, motores, hélices, equipamentos de voo e de navegação, painéis de instrumentos, simuladores, fardamentos, troféus aeronáuticos e vários objectos dos Pioneiros da Aviação Portuguesa, incorporando também dois valiosos acervos, da TAP e da ANA.

O Museu do Ar que comemora 45 anos é considerado uma das vinte melhores coleções do mundo.