Muro das Amoreiras junta 14 nomes da arte urbana lisboeta

Muro das Amoreiras junta 14 nomes da arte urbana lisboeta
O "Muro das Amoreiras", um dos símbolos da Arte Urbana em Lisboa, vai ser este mês tela para 14 'graffiters', entre estes Nomen, Ram, Mosaik e Smile, no âmbito da primeira edição da iniciativa "Graffiti in Amoreiras".
 
De acordo com a organização, a iniciativa, idealizada pelo artista Utopia, visa juntar 'graffiters' de renome da zona de Lisboa, para fazerem parte de um "grande e único projeto histórico".
 
A iniciativa decorre entre quinta-feira e domingo, e vai juntar os 'graffiters' Brayone, Chure, Creiz, Eko1, Mosaik, Nark, Nomen, Ram, Slap, Smile, Styler, Utopia, Vespa e YouthOne, que irão criar pinturas em larga escala e cobrir uma área de 750 metros quadrados.
 
Utilizado desde a década de 1990, o 'Muro das Amoreiras' é considerado o primeiro 'hall of fame' (geralmente legalizados, muros onde são pintadas obras mais trabalhadas), de Lisboa.
 
A "Graffiti in Amoreiras" tem por objetivo "oferecer e dar a conhecer uma perspetiva diferente de conteúdo audivisual artístico lisboeta, alternativa a 'lobbies' elitistas de curadoria e promotores culturais, que se têm apropriado e desvirtuado esta forma de expressão das ruas, que é o 'graffiti' e a 'street art' [arte de rua] de verdade, e os seus reais autores e fundadores".