Municípios de Setúbal organizam Festival da Liberdade

Municípios de Setúbal organizam Festival da Liberdade
O Festival da Liberdade decorre este ano a 22 e 23 de maio no Seixal, numa iniciativa ligada ao 25 de Abril que os municípios da região de Setúbal querem afirmar como mais do que um evento musical.
 
A Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS), em conjunto com as autarquias de Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal, realizou pela primeira vez o Festival da Liberdade em 1994, para assinalar os 20 anos do 25 de Abril.
     
O evento foi depois retomado em 2014, na Moita, tendo contado com a presença de mais de 20 mil pessoas.
 
"Este não é apenas um festival de música, porque, se o fosse, não fazia sentido ser a AMRS a promover. Tem música, mas queremos que seja mais que isso, que seja um espaço de envolvimento e participação das atividades juvenis e dos jovens da nossa região", disse o presidente da AMRS, Rui Garcia, na apresentação.
 
O responsável, que é também presidente da Câmara da Moita, referiu que o festival é importante para aproximar as associações de jovens da região, num espaço em que podem mostrar todas as iniciativas que fazem e debater ideias.
 
"O festival ajuda a pensar a região como um todo e o futuro depende de nós e do que consigamos fazer em conjunto. A música é um pretexto, pois pode haver muitas mais coisas", frisou.
 
O Festival da Liberdade vai realizar-se na Quinta da Marialva, e conta com a presença de grupos musicais como os Diabo na Cruz, Expensive Soul ou HMB.
 
Além da mostra das associações juvenis da região, haverá um placo secundário que vai receber grupos regionais, espaços de cultura e debate, teatro e dança.