Município de Cascais adere à iniciativa Hora do Planeta 2013

Município de Cascais adere à iniciativa Hora do Planeta 2013
Dia 23 de março, entre as 20h30 e as 21h30, as luzes do edifício dos Paços do Concelho, do Museu-Biblioteca Condes de Castro Guimarães e do Centro de Interpretação Ambiental da Pedra do Sal vão apagar-se. O apagão simboliza a adesão do Município de Cascais à iniciativa Hora do Planeta 2013, promovida pela WWF, em parceria com a Associação Nacional de Municípios Portugueses, e que visa apelar à tomada de posição contra as mudanças climáticas.
Com o lema “Para além da hora, eu faço se tu fizeres” esta iniciativa nasceu na Austrália, em Sidney, em 2007. Hoje, um pouco por todo o mundo há manifestações para evocar a Hora do Planeta.
Ao associar-se a esta iniciativa, Cascais demonstra também a sua tomada de posição que tem vindo a traduzir-se em diversos projetos e iniciativas e da implementação de medidas de eficiência energética de que são exemplo a colocação de lâmpadas de baixo consumo nos edifícios municipais, a sinalização e semaforização led e a renovação da rede de iluminação pública municipal, entre outros.
Durante o ano 2013, Cascais compromete-se também a compromete-se em 2013 a implementar medidas de monitorização dos consumos elétricos em alguns edifícios municipais para medir o impacte de medidas de redução de consumo dos recursos.
Em 2012, 152 países e territórios participaram na Hora do Planeta, mais de 7000 cidades e localidades juntaram-se à iniciativa e 7 países fizeram o seu desafio IWIYI (Eu faço se tu fizeres). Em Portugal 97 dos 308 municípios aderiram e centenas de monumentos emblemáticos nacionais ficaram às escuras, como a Ponte 25 de Abril, o Mosteiro dos Jerónimos, o Cristo Rei, em Lisboa e o Convento de Cristo, em Tomar.