Mundial de Enduro pela primeira vez em Torres Vedras

Mundial de Enduro pela primeira vez em Torres Vedras

Torres Vedras vai ser palco, a 12 e 13 de Maio, do Grande Prémio de Portugal de Enduro, prova do Campeonato do Mundo de 2012.

O presidente do clube Ecomotor, que organiza a competição, com o apoio da Federação de Motociclismo de Portugal (FPM), acredita que "será um dos maiores eventos desportivos que alguma vez se realizou em Torres Vedras".

"Para termos mais passagens por especiais e, assim, haver mais espectáculo, vamos fazer uma prova de 55 quilómetros de trilhos, que já estão totalmente levantados. Queremos fazer desta prova uma grande festa do enduro", afirmou Licínio Aniceto.

A estreia da cidade neste tipo de competição mereceu agradecimentos por parte do presidente da Câmara de Torres Vedras, Carlos Miguel, que se mostrou preparado para tamanha "responsabilidade". "É com gosto e honra que vamos receber pessoas ligadas ao desporto mundial. Aceitamos esta responsabilidade. Uma prova destas traz-nos visibilidade e notoriedade, que é o que as regiões precisam para se desenvolverem", realçou.

Por outro lado, Augusto Baganha, presidente do Instituto do Desporto de Portugal (IDP), lembrou "o impacto social e económico" desta organização, à semelhança de Armando Marques, director geral da Federação de Motociclismo de Portugal.

"O desporto é uma alavanca da economia nacional. Esta será a 18.ª organização de um Grande Prémio em Portugal, desde 1992. É o reconhecimento, por parte da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), da qualidade dos clubes portugueses. Esta prova tem tudo para ser um sucesso e o facto de se ter trazido a prova para perto de Lisboa poderá trazer mais espectadores", disse Armando Marques.

A competição vai albergar seis classes, entre as quais a prova do campeonato do Mundo de enduro feminino, para a qual está já confirmada a presença de 12 atletas.

O GP de Portugal, que se realiza nos dias 12 e 13 de maio, é a quarta de oito provas do campeonato do Mundo - depois de Chile, Argentina e Espanha - e deverá contar com cerca de 110 participantes, oriundos de 30 países.