Multiusos de Odivelas recebe Open Europeu Feminino de Judo

Multiusos de Odivelas recebe Open Europeu Feminino de Judo

Odivelas recebe no fim de semana o Open Europeu Feminino de Judo, prova que pontua para a classificação mundial e onde Portugal está representado por 23 atletas, servindo de apuramento para os Jogos do Rio de Janeiro2016.
 “O facto das atletas estarem a competir em casa, além da sorte, poderá ser bom. Nas últimas edições realizadas em Portugal tivemos sempre bons resultados”, começou por explicar Catarina Rodrigues, técnica da Federação Portuguesa de Judo e diretora desportiva da União Europeia de Judo, na apresentação da competição, que decorrerá no Pavilhão Multiusos de Odivelas.
Este ano, Portugal compete com uma seleção mais alargada, o que, de acordo com Catarina Rodrigues, possibilita a atletas que não têm experiência internacional possam estar presentes e combater.
Das 140 judocas inscritas, 12 já conquistaram medalhas, entre as quais quatro portuguesas  - Leandra Freitas, Joana Ramos, Telma Monteiro e Yahima Ramirez -, 21 estiveram presentes nos Jogos Olímpicos de Londres2012, duas são medalhadas olímpicas, cinco medalhadas no Campeonato do Mundo, quatro na Europa e 26 atletas no top-50 do ranking mundial.
Para o Diretor Técnico Nacional (DTN,) Rui Vieira, os grandes objetivos para o grupo de elite (onde se encontram Ana Cachola, Yahima Ramirez, Leandra Freitas, Joana Ramos e Telma Monteiro)  é “chegar às medalhas” para permitir a subida no ranking antes do campeonato do Mundo.
“As expetativas para o grupo de elite é que consigam alcançar medalhas. Se ficarmos fora desse objetivo será encarado como um mau resultado. Vamos aproveitar o fator casa para que as atletas se superem, não esquecendo os outros dois grupos que podem surpreender e superar-se”, explicou Rui Vieira.
A categoria mais forte do Open Europeu, de acordo com Catarina Rodrigues, é o -57kg, mas a própria reconhece que é onde Portugal também está mais forte, com a presença de Telma Monteiro, embora os -52kg e os -63kg estejam também fortes.
Presente também na apresentação da prova, esteve o presidente da Federação Portuguesa de Judo, José Manuel Oliveira, que além de enaltecer a organização do torneio, tirou a pressão das atletas ao explicar que não está “stressado com medalhas”, mas sim com o “ambiente na seleção” .
A prova, que se realizava desde 2007 com o nome de Taça do Mundo, mudou de nomenclatura esta edição.
Sábado disputam-se os combates nas categorias de -48kg, -52kg e -57kg, sendo que domingo será a vez das restantes categorias: -63kg, -70kg, -78kg e +78kg.