Mulher detida em Cascais por crimes de burla relacionados com arrendamento de apartamentos

Mulher detida em Cascais por crimes de burla relacionados com arrendamento de apartamentos

 

Uma mulher foi detida em flagrante por suspeitas da autoria de crimes de burla relacionados com o arrendamento de apartamentos na zona do Estoril (Cascais), anunciou hoje a PSP.
De acordo com o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, a mulher de 41 anos, residente no Cartaxo, colocava num popular site da internet anúncios fictícios de arrendamento de apartamentos a preços inferiores aos disponíveis no mercado.
Depois de as vítimas contactarem a suspeita, mostrando interesse no aluguer do imóvel, era combinado um valor para a efetivação do contrato de arrendamento e um local para se encontrarem.
Neste encontro, e após o respetivo pagamento, a suspeita entregava uma chave às vítimas e nunca as acompanhava até ao apartamento. Ao chegarem à morada indicada, as vítimas não conseguiam abrir a porta e percebiam ter sido alvo de uma burla.
Segundo a PSP, a detenção da mulher foi possível devido à denúncia de um cidadão que tinha conhecimento de uma burla recente em moldes idênticos, também na zona do Estoril, de que foram vítimas mais duas pessoas.
A Esquadra da Investigação Criminal da PSP montou uma vigilância no local e detetou a suspeita a receber 405 euros e a disponibilizar uma chave de um suposto apartamento.
Depois de detida, a polícia sujeitou-a a uma prova de reconhecimento presencial, que se confirmou, por parte dos lesados de uma burla ocorrida no Estoril.
A PSP apreendeu um computador portátil, duas ‘pen’, dois telemóveis e vários contratos de arrendamentos falsos.
Além destes dois casos, a polícia apurou que a suspeita terá burlado mais duas pessoas, utilizando o mesmo método, e vai continuar com a investigação.
A detida foi notificada para comparecer hoje no tribunal de Cascais, tendo o processo sido remetido para fase de inquérito.