Missões olímpica e paralímpica portuguesas com equipamentos iguais até 2020

Missões olímpica e paralímpica portuguesas com equipamentos iguais até 2020
As representações portuguesas nas duas próximas edições de Jogos Olímpicos e Paralímpicos vão usar equipamentos iguais, desenhados por uma marca desportiva espanhola, ao abrigo de um acordo de patrocínio hoje assinado em Lisboa.
 
O acordo, assinado entre a marca e os comités olímpico e paralímpico, pode ainda ser alargado às federações desportivas.
 
"O problema dos equipamentos das nossas missões está resolvido até 2020 e procuramos também vantagens para as nossas federações desportivas, com as quais a marca está disponível para trabalhar", disse o presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP).
 
José Manuel Constantino manifestou o desejo de que os atletas portugueses "possam brilhar desportivamente com a JOMA".
 
O presidente do Comité Paralímpico de Portugal (CPP), Humberto Santos, destacou o facto de "as duas missões, de duas dimensões desportivas, terem uma mesma imagem".
 
A colaboração entre a JOMA e o COP começará nos Jogos Olímpicos da Juventude, que se disputam na Noruega entre 12 e 21 de fevereiro.
 
No que se refere ao CPP, a parceria já começou, uma vez que a marca espanhola equipou a seleção de atletismo que participou em outubro no Campeonato do Mundo de atletismo do Comité Paralímpico Internacional.
 
O acordo com a JOMA, que também é patrocinadora dos comités olímpicos do México e de Espanha, abrange os ciclos olímpicos e paralímpicos Rio2016 e Tóquio2020.