Ministro da Saúde promete 'boas notícias' sobre futuro Hospital de Lisboa Oriental

Ministro da Saúde promete 'boas notícias' sobre futuro Hospital de Lisboa Oriental

O ministro da Saúde anunciou hoje que existem "boas notícias" sobre o financiamento internacional do futuro Hospital de Lisboa Oriental, embora ainda se desconheça o modelo em que este vai ser construído.

"Temos boas notícias em termos de financiamento internacional, no sentido de que [instituições como o Banco Europeu de Investimento] acham que é um investimento positivo para a saúde", disse Paulo Macedo aos jornalistas, no final da cerimónia comemorativa dos 100 transplantes pulmonares no Hospital de Santa Marta.

Trata-se de um investimento que, "pelo tipo de racionalização que permite, ao substituir estruturas envelhecidas por um hospital moderno, é visto [por essas instituições] como muito positivo do ponto de vista da racionalidade".

Paulo Macedo reconhece que gostaria que "as coisas avançassem mais depressa", embora o grupo de trabalho constituído para avaliar o investimento tenha em curso "várias iniciativas".

O grupo "já está a pedir um comparador público para poder tomar a decisão e a parte do programa funcional também está a ser reanalisada, no sentido de termos a sua confirmação", disse.

Neste momento "o grupo está com diversas ações concretas, pelo que este investimento continua a ser uma prioridade e, no âmbito da saúde, é um dos investimentos que prevemos".

O futuro Hospital Oriental de Lisboa deverá colher as unidades de saúde que compõem o Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC): hospitais de Santa Marta, São José, Capuchos, Curry Cabral, Maternidade Alfredo da Costa e Dona Estefânia.