Ministério da Justiça assinou protocolos para agilizar atendimento nos tribunais

Ministério da Justiça assinou protocolos para agilizar atendimento nos tribunais
O Ministério da Justiça assinou hoje três protocolos de cooperação no âmbito do projeto-piloto Tribunal + que visa simplificar e agilizar o atendimento e os processos administrativos nos tribunais.
 
“O grande desafio que temos tem a ver com a organização e com a introdução de novas tecnologias, trazendo a Justiça para o século XXI. No quadro do Ministério da Justiça, foi criado o programa Justiça + Próxima, no âmbito do qual estamos a concentrar recursos no sentido de introduzir nos tribunais a modernização de que o sistema tanto necessita”, disse a ministra da Justiça na cerimónia de assinatura dos protocolos.
 
O projeto Tribunal + prevê um novo modelo de atendimento nos tribunais, associado à simplificação administrativa da secretaria, com o objetivo de aumentar a eficiência ao nível administrativo e de proporcionar uma melhor experiência aos cidadãos quando interagem com o tribunal.
 
O projeto encontra-se em fase piloto na comarca de Sintra, fruto de uma estreita colaboração com os conselhos superiores, a procuradoria-geral da República e os órgãos de gestão da comarca, onde será avaliado o contributo de múltiplas soluções tecnológicas para a organização e eficiência dos tribunais.
 
Os protocolos com a Cisco System Portugal, Microsoft Portugal e Samsung Portugal foram assinados pela secretária de Estado da Justiça, Anabela Pedroso, que na ocasião lançou um desafio às empresas para pensarem a justiça de forma diferente.
 
“Estes protocolos são um momento simbólico de algo maior que queremos fazer”, indicou Anabela Pedroso.
 
No âmbito do protocolo, cabe à Cisco disponibilizar equipamentos de grandes dimensões em alta definição para videoconferência nas salas de audiência e equipamentos para acesso sem fios à internet, tecnologias que permitirão melhor experiência dos utentes nos tribunais.
 
Já a Microsoft vai disponibilizar uma plataforma de gestão de áudio e vídeo de audiências e inquirições e ´software` para áreas como transformação digital da secretaria do tribunal, análise de indicadores de gestão, transcrição de áudio para texto e gestão de salas de audiência.
 
A parceria com a Microsoft estende-se ainda ao Espaço Inovação da Justiça, um espaço de partilha de boas práticas que através da promoção do conhecimento, de novas tecnologias e inovação visa obter um impacto positivo para uma justiça mais ágil, transparente, humana e mais próxima do cidadão.
 
Por seu lado, a Samsung vai disponibilizar soluções de mobilidade e de sinalética digital a utilizar no projeto-piloto.
 
Segundo o Ministério da Justiça, o Tribunal + é a primeira etapa de uma colaboração que se espera fértil na área da Justiça, no sentido de incentivar a cooperação entre agentes da justiça, empresas, universidades e sociedade civil, e a resposta de forma inovadora a diferentes desafios que se colocam nesta área.