Miguel Oliveira eleito atleta do ano na Gala do Desporto

Miguel Oliveira eleito atleta do ano na Gala do Desporto
O piloto Miguel Oliveira, que recentemente se sagrou vice-campeão mundial de Moto3, conquistou hoje pela primeira vez o prémio de Atleta Masculino do Ano na Gala da Confederação do Desporto de Portugal (CDP), marcada pela ausência dos principais nomeados.
   
Vencedor de seis grandes prémios na categoria de entrada do motociclismo, Miguel Oliveira, que no domingo terminou a temporada como vice-campeão mundial, estreou-se a vencer na categoria de Atleta do Ano, depois de ter sido nomeado para o prémio de Jovem Promessa em 2004, com apenas nove anos.
 
O piloto de Almada, que não esteve presente na Gala do Desporto, foi o escolhido de uma lista que incluía o ciclista Rui Costa, vencedor nas últimas três edições e atual campeão nacional de fundo, o atleta Nelson Évora, campeão europeu de pista coberta do triplo salto e medalha de bronze no Mundial, Rui Bragança, ouro na categoria -58 kg no taekwondo nos Jogos Europeus de Baku, e o canoísta Fernando Pimenta, bronze em K1 1.000 no Europeu e no Mundial.
 
No setor feminino, o prémio da Atleta do Ano foi para a ginasta Filipa Martins, oitava no Europeu no concurso 'all around', que bateu a patinadora Mariana Souto, campeã mundial e europeia em pares dança juniores, a canoísta Francisca Laia, medalha de prata em K1 200 nos Mundiais sub-23, Ana Teresa Almeida, campeã mundial de bodyboard da Internacional Surfing Association, e a mesatenista Fu Yu, bronze no Europeu.
 
O galardão de Equipa do ano recaiu na seleção futebol de praia, campeã mundial e europeia. Na votação, os premiados derrotaram o K4 1.000 que conquistou a prata no Europeu de canoagem e outras três seleções nacionais: a universitária de andebol masculino, ouro nas Universíadas, a de hóquei em patins sub-20, bicampeã mundial, e a de ténis de mesa, ouro em Baku2015.
 
Os feitos da canoagem nacional valeram a Hélio Lucas e José Sousa a distinção de Treinador do Ano, à frente de Rolando Freitas, selecionador de andebol universitário e de elite, João Ganso, técnico de Nélson Évora, Mário Narciso, selecionador de futebol de praia, e Lino Barruncho, técnico dos triatletas João Pereira, Miguel Arraiolos e Melanie Santos, vencedores de várias medalhas internacionais.
 
O prémio de Jovem Promessa foi para o futebolista Ruben Neves, o mais jovem capitão do FC Porto na Liga dos Campeões. O mais jovem jogador do Europeu sub-21 foi mais votado do que Joana Cunha (desporto universitário/taekwondo), prata na categoria de -57 kg nas Universíadas, José Souto (patinagem), bicampeão mundial de 'solo dance' em juniores, João Amorim (canoagem), campeão mundial de maratona em C1 júnior, e Melanie Santos (triatlo), bronze no Mundial e Europeu de sub-23.