Mercedes S350 CDI Longo: Não há limites para sonhar

Mercedes S350 CDI Longo: Não há limites para sonhar

A Mercedes apresenta-o como “o melhor carro do mundo”. De facto, não faltam atributos a esta “limusine” de sonho, capazes de tornar qualquer viagem num raro momento de prazer e conforto.

O novo Classe S é, por assim dizer, a ‘jóia da coroa’ da marca alemã. Desenvolvido a partir de três pilares de engenharia  - “Condução Inteligente” (Intelligent Drive), “Tecnologia Eficiente” (Efficient Technology) e “A Essência do Luxo” (Essence of Luxury) – este é o modelo que mais se aproxima da perfeição absoluta, pelo menos, no segmento das berlinas de luxo.  

Com imponentes 5,30 metros de comprimento, a versão longa serve agora de base de concepção para toda a gama S, num claro “piscar de olho” aos mercados emergentes, onde o dono do carro viaja quase sempre no banco de trás, neste caso ainda com mais espaço e conforto.

Mas, se o sofá traseiro e o manancial de tecnologia multimédia colocado à disposição do passageiro são deveras tentadores, é na dianteira que podemos tirar o maior partido dos três pilares de engenharia (atrás referidos) em que assenta o Classe S.

Massagista a bordo

O painel deslumbrante situado diante dos nossos olhos, com dois écrans digitais policromáticos de 12,3 polegadas, onde podemos encontrar todas as funções multimédia, bem como a regulação das diferentes opções de bem-estar, conforto e das ajudas à condução, convida-nos a uma exploração aturada. O manancial de informação é tanto, que só ao fim de algum tempo conseguimos descobrir todas as possibilidades e combinações disponíveis, por exemplo, para a regulação, aquecimento e ventilação dos bancos (Comfort) multi-contorno dinâmicos que equipam o S350 CDI testado e que incluem ainda um pacote de seis massagens (lombares) e apoio lateral dinâmico em curva, ajustável automaticamente.

Regulável é também a climatização em todos os lugares, a iluminação interior, em intensidade e na tonalidade (que vai do branco ao vermelho), a qualidade do ar e a emissão de perfume, em função do ambiente que pretendemos a bordo.

Através de um comando próprio, o passageiro de trás, na maioria dos casos o dono do carro, também tem acesso ao controlo das múltiplas soluções de conforto a bordo, para além de toda a componente multimédia projectada nos dois écrans instalados nas costas dos bancos dianteiros.

Tecnologia de ponta

Porém, o que mais impressiona entre o vasto conjunto de equipamentos extra e de série, são os sistemas de segurança e ajuda à condução patentes no modelo. Equipado com dezenas de sensores e com uma câmara de vídeo frontal, possui uma visão total de 360º conseguindo detectar e alertar para obstáculos e potenciais perigos na estrada.

Com a Assistência Adaptativa de Luzes de Máximos Plus (Adaptive Highbeam Assist Plus) e, sobretudo, graças à Assistência de Visão Noturna Plus (Night View Assist Plus), que alerta e identifica a vermelho (no écran frontal) eventuais obstáculos, conduzir sob noite escura torna-se quase numa brincadeira.

Voar sobre rodas

O assistente activo de faixa de rodagem mantém o S sempre na direcção certa em caso de distracção e o ‘cruise control’ adaptativo com função stop adequa a velocidade face ao tráfego que nos precede.  

 

Para as versões topo de gama (S500 e S63 AMG) está ainda reservada uma tecnologia suplementar, designada por Magic Ride Control, que consegue adaptar automaticamente a suspensão pneumática aos níveis e desníveis da estrada, com reflexos impressionantes no conforto dos passageiros.

Mesmo sem este extra, a suspensão pneumática activa do S350 CDI, com dois modos de actuação (Confort e Sport) revela eficácia plena e está à altura, não só da volumetria e do peso do modelo, mas sobretudo do imponente motor V6 3.0 turbodiesel, de 258 cv e binário de 620 Nm, disponibilizado logo às 1600 rpm.

Neste conjunto, a caixa 7G-Tronic Plus prima pela suavidade, mesmo quando tentamos chegar dos zero aos 100 km/h nos 6,8 segundos apregoados pela marca.

Durante o primeiro ano de comercialização, a gama do novo Classe S conta com duas versões híbridas, uma versão a gasolina e uma versão Diesel: S 400 HYBRID, S 500, S 350 BlueTEC e S 300 BlueTEC HYBRID. Os preços variam entre os 111.900 euros para o S350 CDI L(sem extras, 149.219 euros na versão testada) e os 208.900 euros do S63 AMG L.

Em suma, não faltam argumentos para classificar o novo Classe S como o melhor do mundo, dentro do seu segmento, é claro!!!

Paulo Parracho

 

Informação prestada pela marca em anexo:

Novo Mercedes-Benz Classe S (2).doc (143360)