Melhores surfistas mundiais em Cascais e Peniche para dois meses de competição

Melhores surfistas mundiais em Cascais e Peniche para dois meses de competição

Os concelhos de Cascais e Peniche vão receber, em setembro e outubro, os melhores surfistas mundiais, naquele que se assume como o "maior evento de surf da Europa" e pretende afirmar Portugal como destino da modalidade.

Dois meses, quatro provas, 30 mil pontos em disputa e um prémio de um milhão de dólares [764 mil euros] são os números do novo evento "Moche Series - Cascais Trophy", que vai dividir-se entre Cascais e Peniche, mas também com uma prova em São Miguel, nos Açores.
O evento, hoje apresentado na Praia de Carcavelos, é para os presidentes das duas autarquias um motivo de "orgulho" e "reconhecimento".
Segundo o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, o novo evento vai trazer o surf ao seu “berço”.
"Não há dúvida de que foi nesta costa de Cascais que o surf nasceu [em Portugal]", disse o autarca, admitindo que há também um "interesse" do município em acolher a prova numa estratégia de desenvolvimento para o concelho.
"Devemos aproveitar o nosso património no negócio do mar e nas suas potencialidades para o país. Seria uma irresponsabilidade para os decisores políticos não entenderem isto", acrescentou.
Também para o presidente da Câmara de Peniche, António José Correia, o novo evento é um "exemplo para, em termos nacionais, enfrentar realidades difíceis".
Os dois autarcas brincaram ainda com a coligação agora afirmada entre dois municípios com diferenças políticas evidentes, já que o executivo de Peniche é CDU e o de Cascais é PSD/CDS.
"Nasce agora uma grande coligação do surf que ultrapassa as diferenças ideológicas. Só vamos conseguir afirmar-nos se afastarmos as nossas diferenças", afirmou Carlos Carreiras.
Também o surfista português Tiago Pires deixou uma mensagem na apresentação do evento para manifestar o seu "orgulho" pela aposta na modalidade.
"É muito positivo para Portugal, que começa a ser um país de referência em termos mundiais", disse.
Num investimento de três milhões de euros, sendo que 75 por cento desse valor é de empresas privadas, o "Moche Series - Cascais Trophy" pretende assumir-se como "determinante no contexto das carreiras desportivas e ambições dos melhores surfistas do mundo".
O SATA Azores Pro - WQS de 6 estrelas irá decorrer de 3 a 8 de setembro em São Miguel, seguindo-se o EDP Cascais Girls Pro de 2 a 7 de outubro em Carcavelos, o World Championship Tour (WCT) masculino de 9 a 20 de outubro em Supertubos e, por fim, um evento Prime Masculino de 22 a 27 de outubro em Carcavelos.
Tanto o WCT como o Prime Masculino darão origem a um “ranking” combinado, cujo melhor classificado vencerá o “Cascais Trophy”.