Meia Maratona de Lisboa aposta em novo recorde do Mundo

Meia Maratona de Lisboa aposta em novo recorde do Mundo

Melhorar o recorde do Mundo da meia maratona, estabelecido pelo eritreu Zersenay Tadese em Lisboa, em 2010, é o objectivo da 24.ª edição da corrida lisboeta, a disputar a 16 de Março, afirmou hoje Carlos Móia, durante a apresentação da prova.

"Há um atleta [o queniano Stephen Kibet] que tem uma marca de 58.54 minutos, mais 30 segundos do que o recorde do Mundo [58.23], o que, parece que não, é muito, mas está a preparar-se para conseguir o recorde, vem com duas 'lebres' e nós também estamos a preparar tudo. Se estiver um bom dia, sem vento, pode acontecer e aí teremos um cheque de 50 mil euros, que eu teria muito gosto de lhe entregar", explicou o presidente do Maratona Clube de Portugal, Carlos Móia.

Na conferência de imprensa de apresentação da prova que atravessa a Ponte 25 de Abril, entre Almada e Lisboa, Carlos Móia destacou a presença confirmada de oito homens com registos abaixo dos 60 minutos e de sete mulheres com menos de 68, salientando que a edição de 2014 vai ter o maior número de participantes de sempre, incluindo mais de 12 mil para os 21.097,5 quilómetros.

De grande impacto será igualmente a prova para deficientes motores, com a garantia de presença em Lisboa dos melhores atletas da actualidade

Móia considerou a prova como “um excelente cartão-de-visita para a cidade”, pelas “imagens excelentes que projecta para todo o mundo” e prometeu demonstrar “com números” o impacto que a mesma gera no turismo e na economia da região.

Por isso, deixou um reparo: “Merecíamos mais respeito e apoio de algumas entidades em Portugal. Compreendemos as limitações do País, mas... São opções, algumas más opções. Lamento”.