Marca Natural.Pt já conquistou 300 empresas

Marca Natural.Pt já conquistou 300 empresas
O ministro do Ambiente e Ordenamento do Território, Jorge Moreira da Silva, disse hoje que 300 empresas já apresentaram candidatura à marca "Natural.Pt", um ano após o seu lançamento, um resultado que considera muito acima do expectável.
 
Na inauguração Mostra de Produtos e Serviços Natural.PT, em Sintra, o ministro adiantou que foram contabilizadas 300 candidaturas em área como turismo, restauração, gastronomia, artesanato, investigação científica, na área criativa, cultural e desportiva, para aderirem à marca criada pelo Governo há um ano.
 
"Os resultados são impressionantes, muito superiores àqueles que esperávamos. […] A utilização desta marca vai criar mais condições para atrair investimento para os territórios, em grande parte territórios de baixa densidade, no interior, e também internacionalizar estes produtos", sustentou.
 
Para Moreira da Silva, o objetivo da "Natural.Pt" é criar condições para reconhecer o mérito daqueles que, por viverem em territórios ricos em biodiversidade, criam condições para apresentar produtos de qualidade e que cumprem requisitos ambientais ambiciosos.
 
"Eu julgo que, com a marca Natural.Pt podemos vir a ter, daqui a alguns anos, concelhos cada vez mais ambiciosos no plano ambiental e que, por realizarem essa ambição, conseguem obter um reconhecimento nacional e internacional que atrai investimento e emprego", acrescentou.
O ministro lembrou que Portugal tem 22% da sua área coberta pela rede Natura e 84 municípios que integram áreas protegidas, sendo, por isso, necessário criar condições para "associar cada vez mais o património natural a oportunidades de desenvolvimento económico e social".
 
"Estou muito satisfeito com o resultado deste projeto e estou certo de que, de ano para ano, quando realizarmos esta mostra do Natural.Pt, crescerão o número de visitantes e de expositores", concluiu.
 
O "365 Natural.PT" decorre até domingo, no Palácio Nacional de Sintra, localidade que para o presidente do município "faz todo o sentido".
 
"Sintra está na primeira linha dos concelhos ecológicos. A rede natura, durante muito tempo, era considerada como um embaraço ao investimento e, hoje em dia, é ela própria um investimento rentável. É natural que Sintra seja escolhida para uma mostra ecológica como esta", fundamentou.
 
Na feira participam 24 expositores, representantes das diferentes áreas protegidas do país, dos seus artesãos e produtores locais.