Maratona de Lisboa prevê 1.900 atletas, 900 dos quais estrangeiros

Maratona de Lisboa prevê 1.900 atletas, 900 dos quais estrangeiros

 

A Maratona de Lisboa, cuja 27.ª edição se realiza a 09 de Dezembro, prevê a participação de mais de 1.900 corredores na prova principal, entro os quais mais de 900 estrangeiros, foi hoje anunciado.
A edição deste ano volta a integrar o Campeonato Nacional da Maratona, mas não vai contar com a presença, devido a lesão, de Vasco Azevedo, vencedor das últimas quatro edições.
Para as quatro provas que integram o programa – maratona, meia-maratona, estafeta e corrida da família, são esperados cerca de cinco mil pessoas.
De acordo com António Campos, director da prova, a maratona de Lisboa, “atingiu uma fase de maturidade”, mas “no contexto actual que se vive não poderá ombrear” com as suas congéneres do resto do mundo, como Berlim, Londres ou Nova Iorque (que este ano não se realizou devido à passagem do furacão Sandy), por questões orçamentais.
“A maratona de Lisboa representa muito para o turismo desportivo da capital. Lisboa é um destino apetecível para os atletas europeus, com boas condições climatéricas, com um sol único”, explicou.
O responsável da prova lembrou que há, no entanto, atletas nacionais que não apostam nesta prova, participando apenas aqueles “que não são de primeiro plano”, reconhecendo que não se pode correr uma maratona todos os fins de semana.
A partida e chegada da Maratona de Lisboa ocorre no Parque de Jogos 1.º de Maio, passando pela Rotunda do Relógio, Baixa de Lisboa até Belém, para subir novamente até Alvalade.