Mais de 140 fogos de habitação social passam a ser geridos pela autarquia

Mais de 140 fogos de habitação social passam a ser geridos pela autarquia

A Câmara de Cascais vai a partir de hoje garantir a gestão de mais 148 fogos de habitação social em todo o concelho que, até agora, pertenciam ao Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social.

"Propusemos ao senhor ministro da Segurança Social a transferência desses fogos para gestão da autarquia e ele concordou de imediato", contou à agência Lusa o vereador da Acção Social, Frederico Almeida.

A iniciativa, firmada hoje em protocolo, visa uma gestão mais "unificada e eficaz" de toda a rede de habitação social do concelho, que fica agora inteiramente sob a tutela do município.

"Não fazia sentido esses fogos não estarem sob a nossa gestão, até porque isso dificultava muito o nosso trabalho para acorrer às necessidades das pessoas, quer em obras ou outras situações", afirmou o vereador.

A maioria das habitações que agora passa a ser gerida pela autarquia localiza-se no bairro da Torre e na Madorna, sendo que apenas dez casas estão ainda desocupadas.

A assinatura do protocolo decorreu esta manhã, nos Paços do Concelho e contou com a presença do presidente do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social, José Antunes Gaspar, e do presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras.