Mais de 1.200 militares da GNR patrulham estradas durante a Páscoa

Mais de 1.200 militares da GNR patrulham estradas durante a Páscoa

Mais de 1.200 militares da GNR vão reforçar o patrulhamento e a fiscalização nas estradas portuguesas a partir das 00:00 de sexta-feira no âmbito da operação “Páscoa 2013”, indicou hoje a corporação.
Durante a operação, que se prolonga até às 24:00 de domingo, vão estar diariamente envolvidos 1.262 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais, que vão realizar 654 ações de fiscalização, refere uma nota do comando-geral da Guarda Nacional Republicana.
Segundo a GNR, as ações de patrulhamento e de fiscalização rodoviária vão ter particular incidência nas vias mais críticas, sendo dada “prioridade a uma atuação preventiva, através de uma adequada visibilidade, com o objetivo de apoiar os utentes das vias e garantir a fluidez do tráfego”.
Durante a operação, os militares da GNR vão estar particularmente atentos à condução sem habilitação legal, não utilização dos cintos de segurança e sistemas de retenção, utilização indevida de telemóveis, condução sob influência do álcool e de substâncias psicotrópicas, excesso de velocidade e não cumprimento das regras de trânsito, nomeadamente manobras de ultrapassagem, mudança de direção, posição de marcha, inversão do sentido de marcha e cedência de passagem.
Segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), os acidentes rodoviários provocaram este ano 104 vítimas mortais, menos 16 do que no mesmo período do ano passado, e 338 feridos graves, menos 87 do que em 2012.