Luís Represas canta a 'Cores' na 'Sala Mil Sonhos' do Caseiro, em Carcavelos

Luís Represas canta a 'Cores' na 'Sala Mil Sonhos' do Caseiro, em Carcavelos

O cantor e compositor Luís Represas actuará a "Cores" (título do mais recente disco) na Sala Mil Sonhos do restaurante Caseiro do Arneiro (Carcavelos, Cascais). Luís Represas trará um aguardado espectáculo orgânico, íntimo, no dia 15 de Maio, já esta quinta-feira, às 22 horas. 

 

É uma óptima oportunidade para ver e ouvir um dos maiores cantores nacionais das últimas quatro décadas, depois de se saborear um arroz de tamboril (preço total do jantar, menu, e do concerto: 30€), uma das especialidades gastronómicas do Caseiro. Jantar começa às 20H.

 

Comendador trovante com 40 anos de carreira

Luís Represas, em conjunto com Artur Costa, João Gil, João Nuno Represas, e Manuel Faria, funda, em 1976, a banda Trovante, um dos mais influentes grupos portugueses de música pop, que atravessou, com enorme sucesso, o final dos anos 1970 e a década de 1980, tendo sido extinto em 1992. 
 

Luís Represas optou, então, por uma carreira a solo, também recheada de êxitos. Destaque para o sucesso estrondoso de várias canções, como "Perdidamente", cantando a poesia de Florbela Espanca; "Feiticeira", em dueto com o mítico cantor cubano Pablo Milanés; "Timor", um autêntico hino da independência do povo maubere; ou "O Lado Bom da Saudade", canção que foi apresentada na cerimónia de transferência de soberania de Macau.

A 9 de Junho de 2005, Luís Represas foi condecorado com a Comenda da Ordem de Mérito pelo então Presidente da República, Jorge Sampaio.

 

Aposta na Cultura  
Os espaços Caseiro (quer o restaurante do Arneiro, quer o da Praia de Carcavelos) dispõem, recorde-se, de música-ambiente e de música ao vivo com regularidade, tendo já sido palco de muitos concertos com nomes consagrados da música portuguesa, casos de, entre outros, António Pinto Basto, Carlos Alberto Moniz, João Balula Cid, Lúcia Moniz, Victor Zamora, e Vitorino. 
Ao longo de quatro anos, o grupo de Restauração do concelho de Cascais tem feito da aposta cultural, a par da excelência gastronómica e de serviço, um dos factores distintivos que o têm guindado, cada vez mais, a um lugar de destaque na Restauração da Grande Lisboa.