Lisbon Week com visitas guiadas e exposições

Lisbon Week com visitas guiadas e exposições
O bairro de Alvalade, em Lisboa, acolhe a partir de sexta-feira o projeto cultural e turístico Lisbon Week, que inclui exposições em vários locais, visitas culturais e uma peça de teatro no Hospital Júlio de Matos.
  
A Lisbon Week, cujas primeiras duas edições se realizaram no outono de 2012 e de 2013 em vários pontos de Lisboa, regressa entre sexta-feira e 19 de abril, concentrada numa só freguesia: Alvalade.
 
A programação volta a convidar o público a explorar edifícios de Lisboa, com a realização de visitas guiadas, que até agora eram gratuitas, mas passam a ser pagas, para garantir a sustentabilidade do projeto.
 
As visitas culturais incluem a Biblioteca Nacional de Portugal, o Jardim do Campo Grande, a Reitoria da Universidade de Lisboa, a Torre do Tombo, o Museu da Cidade, o Museu Bordalo Pinheiro, o Hospital Júlio de Matos, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) e o Complexo dos Coruchéus.
 
Haverá também visitas culturais de autocarro. A visita "Lisboa Moderna" começa na Biblioteca Nacional e termina na Reitoria da Universidade de Lisboa, passando, entre outros, pelo Areeiro, Praça de Londres, Bairro das Estacas, Bairro de São Miguel e Avenida do Brasil.
 
Já a "Porfírio Pardal Monteiro", que começa e termina na Biblioteca Nacional, percorre, por exemplo, o Instituto Nacional de Estatística, o LNEC, a Estação do Cais do Sodré e o Hotel Ritz.
 
A partir de sexta-feira, a Biblioteca Nacional irá acolher a mostra "Porfírio Pardal Monteiro -- Arquiteto de Lisboa", responsável, entre outros, pelos edifícios do Instituto Superior Técnico, do Instituto Nacional de Estatística, da Gare Marítima de Alcântara e do Hotel Ritz. A mostra tem entrada livre até 19 de abril, mas ficará patente até 09 de junho.
 
A estação de metropolitano de Alvalade irá acolher a exposição "Encontrar Maria Keil", que reúne trabalhos de azulejaria da pintora, responsável pelos revestimentos das 11 estações iniciais, inauguradas em dezembro de 1959, com exceção da estação Avenida.
 
No átrio do edifício principal e na galeria do LNEC estará patente "Engenharia para a Sociedade", exposição com modelos reduzidos de estruturas e instalações experimentais utilizados para a garantia da segurança de engenharia, como modelos de barragens ou a réplica de uma plataforma sísmica.
 
Na Reitoria da Universidade de Lisboa estarão expostos desenhos do grupo Urban Sketchers, que durante o mês de fevereiro esteve a captar o ambiente, as cores e a vida de Alvalade.
 
Já o Centro Comercial de Alvalade irá acolher a "Exposição Vanguarda", uma mostra de fotografia que recua até à década de 1950 para mostrar os primeiros tempos do bairro.
 
A programação inclui também uma peça de teatro imersivo (mistura atores e plateias em espaços alternativos), "E Morreram Felizes para Sempre", que irá decorrer num edifício de dois andares do Hospital Júlio de Matos. A peça tem já lotação esgotada para os dias em que decorre a Lisbon Week, mas voltará a estar em cena de 22 a 30 de abril no mesmo local.
 
Nesta edição, a organização decidiu interagir com outras iniciativas que decorrem na cidade.
 
Assim, este ano o Peixe em Lisboa estará no dia 17 no Mercado de Alvalade, local que acolherá também, mas no dia 12, a Feira da Buzina.
 
Também a mOstra, em que estarão expostas obras de 87 artistas contemporâneos, entre eles Rui Sanches e Miguel Palma, terá a sua segunda edição durante a Lisbon Week.
 
A exposição multidisciplinar vai ser instalada num espaço desabitado na Rua do Centro Cultural, organizada por Patricia Pires de Lima Art Consultant & Projects com o objetivo de divulgar a arte contemporânea nacional.
 
A 3.ª edição da Grande Regata de Barquinhos a Remos, que decorre a 18 de abril no Lago do Jardim do Campo Grande, também se associou ao evento.
 
A Lisbon Week é uma coprodução da Associação Cultural Turística Urbana (ACTU), da Câmara Municipal de Lisboa e da Junta de Freguesia de Alvalade.