Lisboa sem ecrãs para a Champions, comerciantes aconselhados a usar copos de plástico

Lisboa sem ecrãs para a Champions, comerciantes aconselhados a usar copos de plástico

Os comerciantes da Baixa de Lisboa e do Bairro Alto foram aconselhados a servir "tudo em copos de plástico" este fim-de-semana, devido ao jogo da final da Liga dos Campeões, no Estádio da Luz.

O presidente da Associação de Dinamização da Baixa Pombalina, Manuel Lopes, disse à Lusa que os comerciantes daquela zona foram aconselhados a ter "alguns cuidados na restauração" neste fim-de-semana.

Os conselhos foram dados em reuniões na Câmara Municipal de Lisboa, nas quais marcaram também presença representantes da Polícia de Segurança Pública (PSP), da UEFA -- União das Federações Europeias de Futebol e da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Duas das recomendações são que seja servido "tudo em copos de plástico" e que não haja "cachecóis nem bandeiras nas esplanadas".

Os comerciantes, adiantou Manuel Lopes, foram ainda aconselhados a não ter "televisores muito grandes a fazer a transmissão do jogo" de sábado, no qual o Atlético e o Real Madrid se defrontam no Estádio da Luz.

Também no Bairro Alto "foi recomendado pela polícia que os comerciantes não deixem sair garrafas" dos estabelecimentos, disse à Lusa o presidente da Associação de Comerciantes do Bairro Alto, Hilário Castro.

Nas reuniões foi garantido, segundo Manuel Lopes, que a câmara e a PSP teriam "cuidados em retirar objetos que possam ser contundentes, por exemplo, pedras da calçada soltas".

No Bairro Alto, "desde terça-feira que há intervenção na calçada". De acordo com Hilário Castro, naquele bairro histórico, um dos polos de diversão noturna da cidade, está a ser feita a "recolocação das pedras soltas".

Os comerciantes foram informados de que "haverá reforço da segurança, de agentes fardados e à paisana", revelou o presidente da Associação de Dinamização da Baixa Pombalina.

O presidente da Associação de Comerciantes do Bairro Alto recordou que "a PSP já no Euro2004 [Campeonato Europeu de Futebol, que decorreu em Lisboa] atuou com eficácia".

Mas as reuniões não foram feitas apenas de recomendações por parte da autarquia, das forças policiais e das organizações desportivas.

"Pedimos que fosse tido em atenção a recolha do vidro e do lixo nas ruas para este fim de semana. Que os serviços funcionem", afirmou Hilário Castro.

Os comerciantes do Bairro Alto gostavam também que "houvesse disponibilidade por parte da câmara para prolongar os horários" dos estabelecimentos.

Entretanto, fonte da UEFA disse à agência Lusa que Lisboa não vai ter ecrãs gigantes para a exibição do jogo.

Inicialmente, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, tinha anunciado, em Madrid, que o jogo entre os dois clubes madrilenos iria ser transmitido em ecrãs gigantes colocados nas ruas da cidade.

A PSP deu um parecer negativo à colocação de ecrãs nas ruas de Lisboa, considerando haver um "manifesto prejuízo para ordem e segurança pública caso fosse transmitido o jogo em direto" nas ruas de Lisboa, dado que os adeptos dos dois clubes rivais não ficariam separados, disse à Lusa fonte policial.

A mesma fonte adiantou que são esperados em Lisboa dezenas de milhares de adeptos espanhóis que não têm bilhete para o jogo, que se vai realizar a partir das 19:45 de sábado no Estádio da Luz.

Em Madrid, vão ser instalados ecrãs públicos nos estádios do Atlético de Madrid e do Real Madrid.