Lisboa celebra Dia do Cruzeiro com atividades de entrada livre

Lisboa celebra Dia do Cruzeiro com atividades de entrada livre

O Dia do Cruzeiro de Lisboa, que tem sido denominado na língua inglesa como 'Cruise Day Lisbon', decorre no sábado, na gare marítima de Alcântara, e inclui debates, visitas e a primeira feira nacional.

A primeira edição do 'Cruise Day Lisbon' é uma iniciativa do 'Lisbon Cruise Club' para "celebrar a importância desta atividade" para o país, com todas as iniciativas a terem entrada gratuita.

No fórum "Vamos falar sobre cruzeiros" vai ser debatido o turismo de cruzeiros, estando prevista a presença de 15 personalidades ligadas ao turismo e à cidade de Lisboa.

A sessão de abertura deverá estar a cargo do presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa, enquanto o primeiro painel do dia é dedicado às especificidades do setor que "mais têm crescido e resistido à crise" no turismo, segundo informação da organização.

Haverá ainda debate sobre a crescente diversificação da oferta, assim como um painel denominado "cruzeiros e a cidade" para analisar o impacto económico e o peso na criação de riqueza para a cidade.

Na agenda deste dia está incluída a "Montra de Cruzeiros", a primeira feira nacional, com 17 expositores, e as visitas ao Navio-Escola Sagres e ao navio de cruzeiros MSC Orchestra.

Vai decorrer ainda uma regata entre o Parque das Nações e Belém e um desfile de embarcações tradicionais.

O Lisbon Cruise Club é um projeto do Porto de Lisboa e que envolve agentes económicos e autoridades da atividade, contando atualmente com 38 membros.

O Observatório do Turismo de Lisboa registou, entretanto, num inquérito em parceira com o Porto de Lisboa, que numa escala de 01 a 10, o grau de satisfação média dos entrevistados, entre passageiros de cruzeiros, é de 8,4.

Em 2013, o perfil dos passageiros foi maioritariamente de nacionalidade britânica (34,7%), do sexo masculino (67,4%), com uma média de idades de 50,3 anos e a viajar em casal, sem filhos. Por norma, fazem a reserva através de uma agência de viagens (56,6%) ou do site da companhia de cruzeiros (37,2%) e tiram partido de todas as excursões disponibilizadas (55,6%).

Nas visitas a Lisboa, os meios de transporte mais comuns são o 'shuttle' (80,3 por cento) e o passeio a pé (75,5 por cento), enquanto os locais mais procurados são a Baixa-Chiado, Belém e Bairro Alto/Cais do Sodré.

Os produtos mais comprados são vinho, artesanato e pastelaria, sendo que na apreciação da cidade, numa escala de 01 a 10, o clima lidera (7,98), seguindo-se a qualidade das excursões organizadas (7,70) e o acesso à informação turística (7,70).

Quase 99% dos entrevistados recomenda Lisboa como destino turístico e cerca de 41% inclui a cidade no Top 5 de destinos a serem visitados (30,4% em 2012).

O inquérito foi realizado com base numa amostra composta por 47 navios, que fizeram escala no Porto de Lisboa, entre maio e outubro de 2013, com entrevistas a mil passageiros (142 nacionais e 858 estrangeiros).

A 06 de maio, Lisboa vai receber as "3 rainhas (queens)", ou seja os navios Queen Mary 2, Queen Elizabeth e Queen Victoria, numa cerimónia anunciada como "solene" e que decorre no cais de Santa Apolónia.

Estão marcadas intervenções de representantes do Governo, da Câmara Municipal de Lisboa, da Cunard Line e do Porto de Lisboa para esta presença rara dos três navios no mesmo porto.