Lisboa, Cascais, Sintra e Oeiras lideram ranking de desempenho económico

Lisboa, Cascais, Sintra e Oeiras lideram ranking de desempenho económico
Lisboa, Cascais, Sintra e Oeiras são os concelhos que lideram um ranking nacional relativo a 2016 que analisou os negócios, o turismo e as condições de vida nos 308 municípios portugueses, divulgado hoje pela consultora Bloom Consulting.
 
Tal como no ano anterior, Lisboa lidera em 2016 os rankings, nacionais e parciais, em todas as categorias analisadas.
 
Os primeiros lugares do ranking geral de 2016, que tem em conta os resultados nos três itens em análise, continuam a ser ocupados por Lisboa, seguida pelo Porto, por Braga, por Cascais e por Coimbra, não se registando alterações em relação a 2015.
 
Sintra e Oeiras ocupam a 6.ª e a 7.ª posição, respetivamente, na 8.ª posição está o Funchal, na 9.ª Guimarães e Aveiro fecha o ‘top 10’.
 
No ‘top 25’ geral dominam as regiões do Norte e de Lisboa, com sete municípios cada, seguidos pela região Centro, com seis, e pelo Algarve, com três municípios.
 
Alentejo e Madeira têm um município cada neste ranking e os Açores é a única região sem um representante nesta lista.
 
Por setores de análise, e relativamente a “Negócios”, a lista também é liderada por Lisboa, Porto e Braga, a que se seguem Oeiras e Coimbra, representando estes cinco municípios “um crescimento empresarial de perto de 20%”, realçou a consultora.
 
Da lista de 25 municípios relativa ao desempenho nos negócios saíram este ano Évora, Loures e Castelo Branco e entraram Barcelos, Albufeira e Portimão.
 
O ranking na categoria “Visitar” (turismo) é o mais homogéneo em relação à participação de cidades de todas as regiões, e aquele onde apenas o primeiro lugar, ocupado por Lisboa, se mantém inalterado em relação ao ano passado.
 
Em 2016 sobe ao segundo lugar da lista o Porto, que ultrapassa o Funchal e Albufeira.
 
Para este ‘top 10’ entram Coimbra (7.º) e Braga (8.º) e saem dois municípios algarvios: Faro e Lagos.
 
Em termos gerais, neste setor de análise foram verificadas muitas alterações em relação a 2015, com destaque para as subidas de Sintra (11.º), Nazaré (12.º) e Guimarães (17.º), para as entradas da Figueira da Foz (24.º) e de Viseu (25.º) para o grupo e para as saídas do Porto Santo e de Loulé.
 
Na categoria “Viver” (condições de vida) também há bastantes alterações nos primeiros 10 lugares.
 
Tal como no ano passado, Lisboa lidera, tendo as subidas mais importantes ocorrido todas nos primeiros lugares da tabela, com Cascais, Braga e Porto a subirem duas posições cada, ocupando agora a 2.ª, 3.ª e 4.ª posição, respetivamente.
 
Quanto às descidas, destacam-se as dos municípios de Sintra (que perde três posições para o 5.º lugar), de Leiria (que perde quatro posições, para a 7.ª posição) e de Oeiras (que perde uma posição, para o 9.º lugar).
 
Ao nível regional, a região Norte é liderada pelo Porto, a região centro por Coimbra, a de Lisboa e Vale do Tejo por Lisboa, o Alentejo por Évora, o Algarve por Faro, a Madeira pelo Funchal e os Açores por Ponta Delgada.
 
A Região Autónoma dos Açores apenas está representada no ranking “Visitar” (turismo), onde Ponta Delgada ocupa a 21.ª posição.
 
O Portugal City Brand Ranking analisa o sucesso dos 308 municípios portugueses e o desempenho relativo entre eles na captação de novos investidores, turistas e novos residentes, segundo variáveis como dados estatísticos, procura, pesquisas ‘on-line’ que tiveram como objeto o município em causa e desempenho ‘on-line ‘através dos ‘sites’ e redes sociais de cada município.