Liga de Amigos do Hospital de Almada abre unidades de apoio à população

Liga de Amigos do Hospital de Almada abre unidades de apoio à população

A Liga dos Amigos do Hospital Garcia de Orta (LAHGO) acabou de inaugurou a Unidade Residencial Sénior e, brevemente, vai abrir as portas da Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI). Dois equipamentos no concelho de Almada, ambos no Laranjeiro, que vêm ampliar a resposta ao nível dos cuidados de saúde e também no apoio aos idosos.

O edifício dedicado à Unidade de Cuidados Continuados Integrados (UCCI), irá funcionar como hospital de retaguarda e integra a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados. Com 20 quartos duplos e outros tantos individuais, tem capacidade para acolher até 60 pacientes; 30 em média duração (até 9 meses) e 30 de longa duração (até ao final da vida).

“Cinco anos após a abertura do Hospital Garcia de Orta [em 1991], começou a falar-se que era necessário construir um hospital de retaguarda e, em 1998, considerou-se que era a altura de o fazer”, lembra Fernando Neves, presidente da LAHGO.

Em 2001 o processo entrou na Câmara de Almada e, em Fevereiro de 2011, a Ministra da Saúde do Governo Socialista, Ana Jorge, assistia ao lançamento da primeira pedra deste equipamento. “Temos de realçar o empenho que a presidente da Câmara de Almada, [Maria Emília de Sousa] depositou para que esta obra fosse possível, e também o apoio dado pela então ministra Ana Jorge”, lembra o presidente da Liga.

Na passada sexta-feira a Liga inaugurou edifício que irá funcionar como residência sénior, destinada a apoiar população idosa e pessoas com grau de dependência, respondendo também a situações de doença crónica prolongada e algumas situações de demência.

Esta unidade tem capacidade para 60 camas e vai disponibilizar uma oferta ampla e diferenciada de cuidados de saúde. Destaque para as valências na área da reabilitação, psicomotricidade, estimulação psicológica e cognitiva, atividades de lazer e culturais. O mesmo complexo vai dispor de cabeleireiro e um centro de estética e spa geriátrico.

Os dois edifícios ocupam uma área coberta de 8 mil metros quadrados, e correspondem a um investimento global na ordem dos 12,5 milhões de euros. Desta verba a autarquia comparticipou com 350 mil euros, além da cedência do terreno e da isenção das taxas municipais, no valor de meio milhão de euros. A maior fatia do encargo financeiro com a obra é da responsabilidade da LAHGO.

O complexo de cuidados de saúde e sociais vai integrar ainda consultas de especialidade (medicina interna, neurologia, gastroenterologia, psiquiatria, ginecologia, cardiologia, medicina dentária, fisiatria, terapia da fala, nutrição e psicologia) e serviços de reabilitação e cuidados de enfermagem.

Apesar de serem espaços privados, “a população mais carenciada poderá usufruir de algumas consultas de valor muito reduzido”, refere Fernando Neves.

A Liga dos Amigos do Hospital Garcia de Orta foi constituída em 1991, e tem como missão apoiar os doentes carenciados e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos doentes e idosos. Atualmente esta Instituição Particular de Solidariedade Social presta serviço de apoio domiciliário a mais de uma centena de utentes.

O apoio e acompanhamento psicológico, a fisioterapia domiciliária, as análises gratuitas com colheita domiciliária são outras das valências da instituição. A instituição tem ainda a responsabilidade de atribuir o Rendimento Social de Inserção.