Le Mans com entrada livre no Autódromo do Estoril

Le Mans com entrada livre no Autódromo do Estoril
Acesso livre às bancadas, o espírito de festa das 24 Horas de Le Mans, quatro pilotos portugueses em pista e um deles, Filipe Albuquerque, a lutar pela vitória e o título europeu, são razões mais que suficientes para os espectadores se deslocarem ao Autódromo para a derradeira jornada do European Le Mans Series, as 4 Horas do Estoril, nos dias 18 e 19 de Outubro.
Neste regresso das provas de resistência a Portugal, a ACDME, organizadora da prova aposta em casa cheia. Para tal, perceberam que para além dos fãs do desporto motorizado tinham de captar mais espectadores, a começar pelas famílias destes e os amigos dos amigos.
Quem se deslocar no fim-de-semana ao Autódromo do Estoril para assistir às 4 Horas do Estoril terá uma panóplia de actividades ao seu dispor, muito para além de uma corrida de automóveis. Para os que são fãs incondicionais, um bilhete de cinco euros com acesso ao paddock permitirá ver os carros de perto, contactar com os pilotos sempre muito disponíveis ou participar na sessão de autógrafos que decorrerá nas boxes no final da manhã de domingo, antes da corrida, cujo início está agendado para as 13h30m.
Quase quarenta carros estarão em pista, divididos em três classes - protótipos (LMP2) e GT (LMGTE e GTC) - sendo que em todas elas tanto os títulos de equipas como de pilotos estão em aberto. Ao volante vão estar desde ex-pilotos da F1, como Mika Salo, Christian Klien, Jan Magnussen, Olivier Beretta e Andrea Montermini, até vencedores das 24 Horas de Le Mans (Eric Helary), passando por jovens vedetas em ascensão, alguns com menos de 20 anos de idade, ou gentleman drivers endinheirados mas com bom golpe de volante, ou até mesmo um ex-campeão do mundo de futebol, o guarda-redes francês Fabien Barthez, sem esquecer quatro piloto nacionais. 
Um dos portugueses, Filipe Albuquerque, piloto oficial da Audi no Mundial de Resistência, luta pelo título na categoria principal (LMP2) com o Zytek Nissan da equipa Jota Sport, que divide com Harry Tincknell e Simon Dolan. A equipa venceu a prova de Imola e aponta à vitória no Estoril.
 Com 10 pontos de atraso face à formação francesa da Alpine Signatech (Nelson Panciatici, Oliver Webb e Paul-Loup Chatin), precisam de fazer a 'pole-position' e vencer a corrida, esperando que os actuais líderes e campeões em título não acabem a prova na segunda posição. Não sendo fácil, também não é impossível, tendo em conta que o nível da competição é elevadíssimo, com quatro vencedores diferentes nas quatro provas até agora realizadas, nunca se tendo repetido um pódio.
Ainda entre os LMP2, os portugueses vão poder assistir à estreia de Miguel Faísca num protótipo Zytek Nissan da equipa Greaves Motorsport, passados apenas 13 meses sobre a vitória na GT Academy, onde derrotou 700 mil jogadores de Playstation que se candidatavam a deixar as corridas virtuais e tornar-se pilotos profissionais. Um desafio enorme para o jovem de 25 anos, para mais perante o seu público.
Destaque ainda para a dupla Francisco Guedes/Filipe Barreiros que vão estar no Estoril com um dos Ferrari 458 Itália GT3 da AF Corse, inscritos na categoria GTC. Francisco Guedes, campeão de 2014 no Blancpain Endurance Series (categoria Pro-Am), estreia-se no ELMS, onde Filipe Barreiros competiu na prova anterior, em Paul Ricard, como preparação para a presença no Estoril. O objectivo é lutar pelo pódio numa das categorias de GT, onde os carros da marca italiana vão defrontar modelos de outros construtores que fazem sonhar - Porsche, Aston Martin, McLaren, Audi e BMW.
A festa está montada. O mote é "Venha ver Le Mans ao Estoril". Motivos de interesse não faltam e o espírito de Le Mans vai mesmo repetir-se no Estoril com treinos livres no Sábado, 18 de Outubro, e treinos cronometrados (9h30) e corrida (13h30) no Domingo, 19 de Outubro.