JSD de Sintra aposta no combate ao desemprego jovem

JSD de Sintra aposta no combate ao desemprego jovem

A JSD de Sintra tem como prioridade para o novo mandato o desemprego jovem e a formação dos estudantes. A tomada de posse dos novos órgãos da JSD/Sintra ocorreu no passado dia 15 de Fevereiro, na Casa da Juventude, na Tapada das Mercês.

O local escolhido foi simbólico: um espaço para os jovens que está pouco dinamizado. A Jota de Sintra eleita por dois anos quer contribuir para melhorar o dia-a-dia dos jovens sintrenses com propostas concretas. A abertura do Conselho Municipal da Juventude, a criação de um Orçamento Participativo jovem e a revitalização da Casa da Juventude são algumas das bandeiras pelas quais a Jota se vai bater, bem como promover o alargamento da rede de bibliotecas e espaços de estudo.

Para combater o desemprego jovem, a JSD propõe: a aposta empreendedorismo de base local transformando edifícios desactivados do CMS em “ninhos de empresas” que permitam criar novos negócios que gerem emprego e riqueza no nosso concelho e um regime de estágios majorados fiscalmente, através da diminuição dos impostos municipais (IMI, derrama), sobre as empresas que contratem jovens do concelho

A participação, educação, associativismo e formação são, pois, os eixos de actuação da JSD liderada por Diogo Geraldes. Na sua intervenção, o Presidente da Jota apresentou as linhas gerais do mandato que se inicia: “Fomentar a participação dos nossos jovens, apostar na sinergias das nossas associações, trabalhando em rede na formação dos jovens do nosso concelho é a nossa prioridade”

A tomada de posse contou com a presença do vice-presidente do PSD, Pedro Pinto, do vice-presidente da bancada parlamentar do PSD, António Rodrigues, e dos Vereadores do PSD em Sintra, Luís Patrício e Paula Neves, além da Presidente da JSD Regional de Lisboa, Joana Barata Lopes e de mais de 200 convidados.

Usaram da palavra a Presidente da Mesa, a Presidente da JSD Regional de Lisboa e o Presidente da JSD Sintra, Diogo Geraldes.