Jorge Palma vai celebrar os 25 anos do álbum 'Só' com dois concertos em Lisboa e no Porto

Jorge Palma vai celebrar os 25 anos do álbum 'Só' com dois concertos em Lisboa e no Porto
O músico Jorge Palma vai celebrar os 25 anos do álbum "Só", com concertos a 28 de novembro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e a 01 de dezembro, na Casa da Música, no Porto.
 
Serão duas datas com o músico a interpretar em palco as músicas de "Só", tal como as gravou em estúdio, em 1991, num registo intimista, ao piano.
 
"Só" foi a primeira coletânea de carreira de Jorge Palma e revisitava, sem mais arranjos, temas dos discos das duas décadas anteriores.
 
Do alinhamento fazem parte, por exemplo, "Bairro do amor" (1977), "Na terra dos sonhos" (1980), "O meu amor existe" (1982), "Estrela do mar" (1984) e, mais conhecidas ainda, "Deixa-me rir" (1985) e "Frágil" (1989).
 
Quando lançou "Só", pela então Polygram, Jorge Palma tinha 40 anos e acabado de concluir o curso superior de Piano do Conservatório de Lisboa. Hoje, com 66 anos, é um dos respeitáveis nomes do rock português, um dos mais criativos escritores de canções da sua geração e ainda no ativo.
 
Deu nome ao Palma's Gang, fundou os projetos Rio Grande e Cabeças no Ar e faz parte do mais recente Tais Quais.
 
Além dos concertos em nome próprio, atualmente Jorge Palma tem atuado com Sérgio Godingo, num espetáculo em que interpretam repertório de ambos.