Instituições empresariais de Oeiras unem-se para criar novos negócios

Instituições empresariais de Oeiras unem-se para criar novos negócios

As seis principais instituições empresariais de Oeiras juntaram-se para criar um novo projeto que visa atrair empreendedores para o concelho e impulsionar a economia local.
O projeto, hoje apresentado no Palácio dos Anjos, em Algés, é desenvolvido pela AITECOEIRAS, pelo TagusPark, pelo Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ), pela Fundação Marquês de Pombal, pelo LEF - Laboratório de Estudos Farmacêuticos e pelo Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC).
"Consiste numa chamada ao empreendedorismo, ou seja, queremos que aqueles que têm ideias de negócio procurem o concelho de Oeiras para impulsionar os seus projetos", explicou o presidente da AITECOEIRAS, Eduardo Correia.
As propostas apresentadas na área da ciência e tecnologia são as que mais hipóteses têm de conseguir apoio.
"O concelho de Oeiras está mais virado para essas áreas. O nosso parque empresarial tem uma grande referência na ciência e tecnologia e, por isso, essas são as nossas principais apostas", sustentou.
Eduardo Correia sublinhou ainda que o novo projeto pretende "contrariar a crise" e projetar o concelho.
"Numa altura em que tanto se fala de crise e há dificuldades para ter emprego, esta é uma boa oportunidade para mostrar que Oeiras é um bom local onde se podem desenvolver os seus negócios", disse.
Assim, aqueles que queriam criar novos negócios podem agora procurar a AITECOEIRAS para apresentar as suas propostas que, depois de analisadas, poderão ser apoiadas financeiramente ou em qualquer outro aspeto.
Na apresentação do "Call enterpreneurs", que teve lugar no Palácio dos Anjos, em Algés, o vice-presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas, esteve também presente para sublinhar a importância do projeto para o concelho.
"É fundamental que apareçam mais empresas no concelho e que haja mais ideias de negócio a vingar no mercado para se gerar mais emprego", disse.