Hotelaria teve este ano melhor Carnaval e mostra otimisto para a Páscoa

Hotelaria teve este ano melhor Carnaval e mostra otimisto para a Páscoa
A maioria dos hotéis nacionais registou uma melhor taxa de ocupação no Carnaval de 2017, em relação ao ano anterior, assim como um melhor preço médio, segundo um inquérito da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP).
 
Nos dados hoje apresentados no segundo dia da Bolsa de Turismo de Lisboa, a decorrer na FIL, em Lisboa, até domingo, a AHP precisou que no final de fevereiro 66% das unidades hoteleiras inquiridas obtiveram uma melhor taxa de ocupação, enquanto 64% afirmaram ter conseguido um melhor preço médio.
 
O preço médio por quarto disponível (RevPar) também subiu para 65% dos inquiridos, tendo a estada média sido idêntica para 57% dos inquiridos.
 
O Algarve foi o líder em termos de taxa de ocupação e preços. Lisboa ocupou o segundo lugar em termos de taxa de ocupação, seguindo-se Alentejo e Centro. Em termos de preços, o 'pódio' foi ocupado ainda pela Madeira e Centro.
 
Quanto a expectativas para a Páscoa, a previsão da AHP para o período das férias escolares é uma "melhor performance das receitas totais do alojamento, dos preços e da taxa de ocupação quarto com uma estada média estável".
 
No fim de semana de 13 a 15 de abril, as expectativas são chegar a valores mais elevado em quase todos os indicadores, destacando-se o preço médio por quarto ocupado (72%), receita de alojamento (70%), RevPAR (67%) e receita total (68%).
 
Neste inquérito, o Algarve foi a região mais otimista quanto ao fim de semana da Páscoa, seguindo-se Lisboa.
 
Os turistas serão sobretudo nacionais e espanhóis (24% e 22%, respetivamente), seguindo-se os franceses (13%).
 
Os inquiridos referiram que o principal canal de reservas é o site próprio (25%), a par das agência e operadores turísticos (24%).
 
Ao inquérito responderam 31% dos associados da AHP (cerca de 600).