Hóquei em patins do Parede mais longe do título nacional (com vídeo)

Hóquei em patins do Parede mais longe do título nacional (com vídeo)
Título cada vez mais longe. É desta forma que tudo fica para o Parede FC, em virtude da segunda derrota caseira, desta feita diante o ADJ Vila-Praia, por 8-6, a contar para a fase de Apuramento de Campeão do Nacional da III Divisão.
 
Com uma primeira parte sem grandes motivos de interesse, o marcador mexeu pela primeira vez a favor dos visitantes aos 11’, devido a um golo de César Pinheiro. A resposta do Parede não demorou e três minutos depois José Gago empatou. No entanto, até ao intervalo o Vila-Praia aproveitou os azuis vistos pela equipa da casa para marcar por três vezes (Telmo Ramos (2) e Rafael Almeida), para colocar o resultado em 4-1.
 
O início da segunda parte foi rico em golos. Primeiro, Diogo Pereira e Ricardo Lopes reduziram para 4-3, mas logo a seguir Rui Araújo fez o 5-3. Todavia, o Parede respondeu, primeiro por Ricardo Machado e depois por Ricardo Lopes que, com uma enorme jogada individual, colocou o encontro empatado a 5-5.
Num encontro cheio de faltas e cartões azuis, Telmo Ramos aproveitou novo livre-direto para voltar a colocar o Vila-Praia na frente. Com o Parede a falhar dois lances de bola parada, foi Simão Lage que, ao enrolar a bola ao segundo poste, voltou a empatar o encontro.
 
Os minutos passavam e as faltas acumulavam-se, algo que foi muito bem aproveitado pela equipa do Vila-Praia que marcou por mais duas vezes, por intermédio de Telmo Ramos e César Pinheiro, fechando o marcador em 8-6.
 
Até ao final, destaque ainda para o cartão vermelho visto por Ricardo Lopes. 
 
O Parede, que folga na próxima semana, fica à espera do resultado do jogo entre o Vila-Praia e o Marinhense que poderá decidir o título a favor do Marinhense ou adiar tudo para a última jornada.
 
Diogo Nunes
 

Veja o vídeo