Nova Honda Civic Tourer: Uma nipónica de vocação europeia

Nova Honda Civic Tourer: Uma nipónica de vocação europeia

Já disponível no mercado nacional, a nova Honda Civic Tourer marca o regresso da marca a um segmento  de forte concorrência e “grande procura”. Desde a década de 90, com a bem sucedida Aerodeck, que a Honda não lançava uma carrinha no segmento C. Porém, valeu a pena esperar por esta nipónica de vocação europeia, desenhada na Alemanha, testada na Finlândia e produzida em Inglaterra.

 

A nova carrinha Honda tem por base a versão de cinco portas do Civic, mas acrescenta-lhe 235 mm no comprimento (4.535mm) e alterações profundas a partir do pilar B, sobressaindo o desenho feliz da nova traseira. É aqui que reside toda a diferença para a imagem jovem e desportiva do ‘hatchback’. Embora mantendo a mesma tendência e ADN, com uma bagageira de 624 litros, que podem chegar ao 1.668 litros com o rebatimento (fácil) dos bancos traseiros (60/40), a Civic Tourer assume verdadeira vocação familiar e prima pela versatilidade.

Ainda na bagageira há outros motivos de interesse, como um local próprio para guardar a chapeleira quando não é usada e um alçapão com 117 litros, ideal para aquilo que não se quer à vista.

Suspensão que adapta firmeza às condições do piso

Da bagageira para o habitáculo, a Civic Tourer corrige o ponto menos positivo do cinco portas, dando mais altura aos lugares traseiros, mantendo espaço suficiente para as pernas, o que resulta em nota extremamente positiva quanto a habitabilidade e conforto.

De resto, o conforto de passageiros e o prazer de quem os conduz saem reforçados com a introdução de novidades técnicas (também extensíveis à versão de cinco portas) ao nível da suspensão. Falamos do novo sistema de amortecimento adaptativo ADS, autêntica “pedrada no charco” dentro do segmento C. Na prática, o ADS trabalha em parceria com a centralina do Civic, recebendo informações transmitidas por sensores relativas às oscilações da carroçaria, alterando automaticamente a firmeza dos amortecedores adaptando-a às condições do piso.

Ao condutor também é permitida a escolha manual do nível de intervenção da suspensão, com três modos distintos: Normal, Dynamic e Comfort. O resultado, testado pelo Região Online durante a presentação dinâmica realizada na região de Roma (Itália), permite um compromisso notável entre comportamento, dinâmica e conforto e é comparável a sistemas idênticos apenas disponibilizados em veículos de gama superior e por preços muito mais elevados. Pois, disponível de série nas versões mais equipadas do Civic Tourer (Lifestyle, por 29.300 €, e Executive, com preço de 31.700€), pode ser opcional na versão Sport por cerca de mil euros.

Equipamento de topo

A nova carrinha da Honda integra ainda outros sistemas avançados de segurança e ajuda à condução, como a travagem activa e aviso de perigo de colisão (CTBA), reconhecimento de sinais de trânsito (TSR), informação de ângulo morto nos espelhos (BSI), avisador de saída de faixa, cruise control adaptativo, câmara de ajuda ao estacionamento, entre outros.

Motorização competente e eficiente

A nível de motorizações, a Civic Tourer apresenta-se em Portugal com o já conhecido motor a gasolina 1.8 I-VTEC, de 142 cv, mas a opção mais popular recairá certamente no eficiente propulsor diesel 1.6 I-DTEC, de 120 cv e 300 Nm de binário, já disponível no cinco portas. Com opção ECON, que altera a resposta do acelerador em favor de consumos moderados e dotado de star-stop, consegue consumos na casa dos 3,8 l/100 km e 99 g/km de emissões de CO2. Ou seja, mais um factor positivo face à concorrência, aliado a um preço atractivo, que começa na casa dos 25.900 euros para a versão de entrada (1.6 I-DTEC Confort), com o nível Sport a custar mais 1300 euros.

Paulo Parracho

 

Veja a Galeria de Fotos e os ficheiros com a informação completa do modelo prestada pela marca:

01_Honda_Civic_Tourer_P.doc (2,4 MB)

Preços Civic Tourer (1).pptx (155 kB)

 

 

 

 

 

Honda Civic Tourer