Governo quer novo terminal de contentores decidido até ao fim do ano

Governo quer novo terminal de contentores decidido até ao fim do ano
A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, afirmou hoje que o Barreiro vai ter um projeto de desenvolvimento e que o novo terminal de contentores está a ser estudado e deve haver decisões no final do ano.
   
"Este projeto tem um calendário conhecido. O Estudo de Impacte Ambiental será concretizado até ao verão, segue-se a consulta pública e, depois, os estudos sobre as dragagens feito pelo LNEC [Laboratório Nacional de Engenharia Civil]. Determinei, também, uma avaliação económico-financeira e penso que, até ao final do ano, poderemos tomar uma decisão", disse, durante uma visita ao Barreiro.
 
A ministra explicou que assumiu com a autarquia o compromisso de ter um projeto de desenvolvimento para o concelho, referindo que já existiram muitos casos de "expetativas adiadas" no Barreiro.
 
"O compromisso que assumi é que as decisões serão tomadas tão cedo quanto possível e que teremos sempre um projeto de desenvolvimento para o Barreiro. Se for o terminal de contentores, melhor, mas de certeza que teremos um projeto a implementar com a Câmara Municipal do Barreiro", salientou.
 
Ana Paula Vitorino explicou que são os estudos, que estão a decorrer, que vão determinar o que poderá ser feio.
 
"O que está em causa não é se fazemos algum investimento no Barreiro ou não, mas que tipo de terminal, se é de contentores ou outro tipo de infraestrutura. O investimento portuário no Barreiro não esteve em causa, tem de ser feito. Agora, depende dos estudos", afirmou.
 
A ministra disse, ainda, que existem operadores que têm manifestado interesse no terminal no Barreiro, mas também nos restantes existentes no país.
 
"Existe grande interesse de operadores internacionais em investir no sistema portuário português e esse interesse não desaparece em meses. Não é pelo [facto de o] Estudo de Impacte Ambiental terminar em setembro que deixa de haver interesse", defendeu.
 
O presidente da Câmara do Barreiro, Carlos Humberto, considerou, por seu turno, que é preciso que os estudos avancem de forma rápida.
 
"São necessários estudos, mas é preciso que sejamos rápidos, pois potenciais interessados podem depois aproveitar outras oportunidades. Esta infraestrutura será importante para a criação de atividade económica e emprego", disse.
 
O novo terminal de contentores de Lisboa está a ser estudado para se localizar no concelho do Barreiro, no território do parque empresarial da Baía do Tejo.