GNR intensifica fiscalização a veículos pesados de mercadorias

GNR intensifica fiscalização a veículos pesados de mercadorias

Mais de 1.100 militares da GNR vão fiscalizar, na quinta-feira, os veículos pesados de mercadorias, sendo dada especial atenção ao controlo do peso e dos tacógrafos, carga, documentação e condução sob efeito de álcool, indicou hoje a corporação.
A operação “Pesados” vai realizar-se ao longo do dia de quinta-feira, nas vias mais críticas onde se verifique um maior volume de tráfego de veículos pesados e existam dados ou indícios da prática de ilícitos de natureza criminal, refere uma nota do comando-geral da GNR.
Os 1.148 militares da GNR vão realizar 452 ações de fiscalização, sobretudo orientadas para o controlo de pesoe dos dos tacógrafos (tempos de condução, pausas, tempos de repouso, viciação e manipulação), para a verificação do acondicionamento e transporte de carga, das condições técnicas e da documentação dos veículos, para a condução sob efeito do álcool e as infrações de natureza fiscal e aduaneira e também de natureza ambiental.
Segundo a Guarda Nacional Republicana, os militares mobilizados para a operação “Pesados” pertencem às subunidades de trânsito e do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) e à Unidade de Ação Fiscal (UAF).
A GNR refere que a integração de diversas valências na operação permite “aumentar o campo de atuação da Guarda” no que toca à segurança nas estradas, “aliando as ações de prevenção e fiscalização no âmbito rodoviário ao combate da criminalidade, incluindo a criminalidade realizada no âmbito fiscal e ambiental”.
Esta operação, desenvolvida no âmbito do planeamento operacional da GNR para este ano, tem como referência as prioridades definidas na Estratégia Nacional de Segurança Rodoviária e no “Road Safety Programme 2011-2020” da Comissão da Europeia, adianta ainda a corporação.