GNR de Sintra deteve mulher por suspeita do crime de burla

GNR de Sintra deteve mulher por suspeita do crime de burla
Uma mulher de 30 anos foi detida por suspeita da prática do crime de burla, tendo sido apreendidos na sua residência em Vila Verde, Sintra, objetos adquiridos com um cartão de crédito furtado, informou o comando de Lisboa da GNR.
 
A investigação do subdestacamento territorial da GNR de Sintra e o Ministério Público foi desencadeada após a vítima denunciar vários levantamentos ilícitos na sua conta bancária, levando à identificação da suspeita, com quem mantinha uma relação de amizade.
 
Na sequência de uma busca domiciliária em Vila Verde, Terrugem, foram apreendidas televisões, brincos e pulseiras em ouro, uma torradeira, um ‘robot' de cozinha, uma máquina de lavar roupa, produtos de limpeza, uma salamandra, um esquentador, uma aparelhagem e utensílios de cozinha, obtidos com um cartão de crédito furtado.
 
Segundo a GNR, a suspeita foi constituída arguida e sujeita a termo de identidade e residência, enquanto prosseguem mais diligências de investigação.