GNR apreende cinco toneladas de 'carapauzinhos' no MARL

O destacamento de Controlo Costeiro de Lisboa da GNR apreendeu hoje cinco toneladas de carapau imaturo, que seria vendido por cerca de 35 mil euros, durante uma operação que decorreu no Mercado Abastecedor da Região de Lisboa (MARL).

"Foram identificados os infratores e levantados os respetivos autos de notícia, tendo o pescado, depois de analisado pelo veterinário municipal, sido entregue ao Banco Alimentar Contra a Fome. Durante a ação os militares verificaram que praticamente nenhum deste carapau reunia as condições para ser introduzido no consumo, designadamente por não possuir o tamanho mínimo", disse à Lusa fonte da GNR.

A mesma fonte explica que esta espécie tem vindo a ser sujeita a medidas progressivas que visam limitar a sua captura e assim contribuir para a sustentabilidade e para a preservação da mesma.

"Uma das medidas que foi tomada nesse sentido, corresponde à proibição da captura de juvenis, vulgo pescado imaturo. Assim, o tamanho mínimo para a captura do carapau é de 15 centímetros, salvaguardando-se no entanto uma percentagem (5 por cento) entre os 12 e o 15 centímetros, que está limitada a uma cota anual", explicou.

Segundo a mesma fonte, nas últimas duas semanas e meia, só na área do Destacamento de Controlo Costeiro de Lisboa, foram apreendidas cerca de 12 toneladas deste pescado imaturo.