GNR aperta fiscalização a pesados de mercadorias e passageiros

GNR aperta fiscalização a pesados de mercadorias e passageiros

A GNR iniciou uma operação de fiscalização rodoviária a veículos pesados de mercadorias e passageiros no âmbito de uma acção desenvolvida em simultâneo em 14 países da União Europeia.

Segundo a Guarda Nacional Republicana, a operação “truck/bus” vai prolongar-se até às 24:00 de domingo e está orientada para as estradas mais críticas e onde normalmente se verifica um maior tráfego de veículos de mercadorias e passageiros.

A GNR salienta que a fiscalização irá incidir prioritariamente no controlo de peso, nos tacógrafos (tempos de condução, pausas, tempos de repouso, viciação e manipulação) e na verificação do acondicionamento do transporte de carga e do transporte de passageiros, além no controlo das condições técnicas e documentação dos veículos, na condução sob efeito do álcool e em excesso de velocidade.

Fonte da GNR disse à agência Lusa que vão estar envolvidos na operação os militares do dispositivo da Unidade Nacional de Trânsito e dos Comandos Territoriais.

A operação surge no âmbito do plano definido pelo Euro Contrôle Route (ECR), grupo de serviços de controlo das estradas europeias cujo objectivo é melhorar a segurança rodoviária através do cumprimento das normas de transporte por estrada.

O ECR é composto por 14 países membros, havendo quatro estados observadores, entre os quais se encontra Portugal, representado através do Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestre.

Em maio deste ano, a GNR realizou uma operação semelhante, tendo fiscalizado 13.607 condutores de veículos pesados e registado 3.001 contra-ordenação por infracções ao Código da Estrada e legislação regulamentar e complementar.

No âmbito da operação, foram ainda detectados 591 veículos com excesso de peso, 569 infracções aos tacógrafos, 126 veículos sem Inspecção Periódica Obrigatória, 57 contra-ordenações por mau acondicionamento e disposição da carga e 61 condutores com excesso de álcool.