Garrett McNamara lança série de filmes promocionais de Portugal e do surf

Garrett McNamara lança série de filmes promocionais de Portugal e do surf

O surfista de ondas gigantes Garrett McNamara apresentou hoje, em Cascais, o primeiro de sete episódios gravados de norte a sul do país para promover o turismo em Portugal e dar a conhecer as melhores ondas.

Conhecido por surfar o "canhão" da Nazaré, McNamara assumiu já por diversas vezes a paixão que tem por Portugal e a vontade que tinha em conhecer todo o país.

O desejo cumpriu-se e, em abril, ao longo de 21 dias, com o apoio do Turismo de Portugal, o surfista esteve no norte e centro do país, em Lisboa, Alentejo, Algarve, Madeira e Açores, dando origem ao "McNamara Surf Trip".

Os vídeos produzidos em cada região pretendem divulgar internacionalmente "o que de melhor há em Portugal", mostrar as pessoas, a gastronomia e os melhores lugares para surfar.

"Foi muito divertido. Foi incrível ver os lugares que existem em Portugal. Muita gente não tem ideia do que aqui tem. E as ondas? qualquer que seja o tipo de onda que queiram surfar, encontram aqui", afirmou McNamara.

O surfista, que falava na praia de Carcavelos no lançamento do primeiro episódio do "McNamara Surf Trip" sobre a região centro, admitiu que a Nazaré é a sua casa e por isso será sempre o seu lugar preferido.

Os filmes, produzidos pela Bro Cinema, vão ser divulgados na internet e nas redes sociais e contaram com o apoio do Turismo de Portugal, que investiu 200 mil euros no projeto.

"A relevância deste segmento do surf para a imagem do país é indiscutível e por isso o Turismo de Portugal mantém esta forte aposta na promoção. No entanto, e embora ancorada no produto surf, o que estamos a promover não é só o surf mas também Portugal enquanto destino turístico", afirmou o presidente do Turismo de Portugal, João Cotrim Figueiredo.

Dados da Associação Nacional de Surfistas, de acordo com o Turismo de Portugal, dão conta de que o surf representa 400 milhões de euros para a economia nacional e que as empresas de animação turística ligadas ao surf cresceram 13 por cento desde o início deste ano.