Fundação Benfica inaugura dois parques infantis na prisão de Tires

Fundação Benfica inaugura dois parques infantis na prisão de Tires
A Fundação Benfica e a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais inauguraram hoje dois parques infantis no Estabelecimento Prisional (EP) de Tires para as crianças residentes na Casa das mães, espaço para os filhos das reclusas.
   
Com 430 mulheres reclusas, o Estabelecimento de Tires tem desde 2000 a Casa das mães, espaço que permite as mães grávidas ou com filhos poder ter os filhos consigo até aos três anos e, excecionalmente, até aos cinco.
 
Através de um e-mail, o EP de Tires desafiou a fundação dos 'encarnados' a melhorar o espaço para as crianças, criando dois parques infantis, que foram hoje inaugurados.
 
Com Ao lado do presidente da Fundação Benfica, Carlos Móia, a Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, destacou a importância desta iniciativa.
 
"Eu vejo este protocolo com grande entusiasmo. É o primeiro protocolo celebrado, mas espero que seja o primeiro de muitos, a celebrar com instituições privadas, sejam elas clubes ou organizações sociais de outra natureza", afirmou.
 
Francisca Van Dunem considerou este projeto muito importante para o desenvolvimento das crianças, que acabam por acompanhar as suas mães num processo difícil das suas vidas.
 
"É um projeto pioneiro, que consiste fazer com que as crianças nas idades iniciais acompanhem as mães neste momento de clausura. Queremos criar condições para transformar este espaço mais humanizado", vincou.
 
Já Carlos Móia, presidente executivo da Fundação Benfica, sublinhou a importância do desenvolvimento de um espaço que permitirá às crianças brincar, algo que faltava.
 
"A fundação Benfica tem-se dedicado muito às crianças. Estas crianças nem tinham uma escada para subir, não tinham um local onde pudessem brincar e, portanto, tomámos a iniciativa de desafiar Tires para fazermos este pequeno gesto que, no fundo, tem um grande valor, porque estas crianças, na realidade, não sabiam o que era um baloiço", explicou.