Fuga dos reclusos de Caxias está a ser 'criteriosamente investigada'

Fuga dos reclusos de Caxias está a ser 'criteriosamente investigada'
A secretária de Estado Adjunta e da Justiça, Helena Ribeiro, disse hoje que a fuga dos três reclusos da cadeia de Caxias é um incidente que está a ser "criteriosamente investigado".
 
"São ocorrências raras e anómalas que, nem o Ministério da Justiça nem a Direcção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais pretendem esconder, pelo que este incidente está a ser criteriosamente investigado", disse Helena Mesquita Ribeiro, à margem da inauguração da primeira unidade de cuidados continuados no Hospital Prisional de São João de Deus, em Caxias.
 
Três reclusos, dois chilenos e um português, fugiram na madrugada de domingo do Estabelecimento Prisional de Caxias, concelho de Oeiras, através da janela da cela que ocupavam.
 
Os dois reclusos chilenos foram detidos em Espanha e vão ser extraditados para Portugal.