Frederico Morais ‘cai’ nos ‘quartos’ da etapa de Peniche do circuito mundial de surf

Frederico Morais ‘cai’ nos ‘quartos’ da etapa de Peniche do circuito mundial de surf
O ‘wild-card’ português Frederico Morais perdeu hoje frente ao norte-americano Brett Simpson nos quartos de final da etapa de Peniche do circuito mundial de surf, por 0,08 pontos.
 
Na praia de Supertubos, ‘Kikas’ conquistou 10,46 pontos (4,93 e 5,53), insuficientes perante Simpson, 34.º do ‘ranking’ mundial, que somou 10,54 (6,17 e 4,37), na segunda bateria dos quartos de final do Moche Rip Curl Pro Portugal, da 10.ª e penúltima etapa do circuito.
 
Frederico Morais esteve praticamente todo o ‘heat’ na dianteira, mas Simpson conseguiu a reviravolta ao surfar uma onda pontuada em 4,37. Na resposta, ‘Kikas’, que precisava de 5,62, parecia ter recuperado, tendo ainda esboçado o festejo no fim da onda, mas esta acabou por ser avaliada em 5,53.
 
Com este resultado, o surfista de Cascais termina a etapa de Peniche entre os quintos classificados, tal como o australiano Joel Parkinson, que foi eliminado no ‘heat’ anterior pelo brasileiro Filipe Toledo.
 
Após a qualificação de Simpson para as meias-finais, a organização do Moche Rip Curl Pro Portugal voltou a interromper a competição, agendando uma nova chamada para as 13:45.
 
Quando for reatada, o ‘wild-card’ Vasco Ribeiro, campeão do mundo de juniores e estreante em provas do circuito mundial, vai disputar o acesso às meias-finais frente ao francês Jeremy Flores, nono do mundo, no terceiro ‘heat’.
 
A outra bateria dos ‘quartos’ vai opor os brasileiros Italo Ferreira a Gabriel Medina, atual campeão do mundo.
 
O período de espera do Moche Rip Curl Pro Portugal decorre até sábado.