Finalistas do Carro do Ano

Finalistas do Carro do Ano

Citroën C3 Aircross é um dos eleitos

 
Já são conhecidos os sete finalistas do ‘Carro do Ano’ 2018 (‘Car of the Year’), que foram escolhidos entre um leque de 37 modelos, com o eleito a ser anunciado a 5 de Março do próximo ano, em vésperas do Salão Automóvel de Genebra.
Os sete modelos em competição são: Alfa Romeo Stelvio, Audi A8, BMW Série 5, Kia Stinger, Seat Ibiza, Volvo XC40 e o Citroën C3 Aircross.
Este prémio é atribuído desde 1964, envolvendo a participação de 60 jornalistas, oriundos de 23 países europeus, incluindo dois jurados portugueses. 
Os candidatos são avaliados em função dos critérios como a relação qualidade/preço, design, conforto, segurança, tecnologia e desempenho ambiental. 
Os sete finalistas vão ser analisados através de testes comparativos, a realizar até Fevereiro de 2018, sendo a decisão final conhecida em Março, quando o mundo automóvel se reunir em terras helvéticas.
Entre os finalistas do prémio, está o Citroën C3 Aircross, o novo SUV compacto da marca francesa, que foi lançado em Outubro último e já totaliza mais de 25 mil encomendas em toda a Europa.
Para os responsáveis da Citroën, o novo modelo cativa os clientes pelo seu habitáculo, “resultante do savoir-faire em termos de espaço a bordo, de modularidade e de luminosidade”, a que se alia o nível de conforto e de segurança. O C3 Aircross integra 12 tecnologias de apoio à condução e quatro tecnologias de conectividade, para além de ter obtido a avaliação de cinco estrelas nos testes Euro NCAP. 
Este modelo afirma-se no âmbito do processo de renovação da marca, um ano depois do lançamento do C3 que vendeu cerca de 200 mil  exemplares.
Com 426 mil unidades matriculadas em território europeu no final do primeiro semestre de 2017, um aumento de 5,6% em comparação com o mesmo período do ano passado, a Citroën ultrapassou o seu volume recorde de há seis anos, tendo comercializado, em 2016, um milhão e 100 mil veículos.
A aposta de afirmação da marca é, ainda, uma realidade em termos desportivos, sendo oito vezes  Campeã do Mundo de Construtores no WRC e alcançado, em 2016, o terceiro título consecutivo  no WTCC.