Festival Iminente promove conciliação da música com a nova arte em Oeiras

Festival Iminente promove conciliação da música com a nova arte em Oeiras
A Câmara de Oeiras vai organizar pela primeira vez o Festival Iminente, que decorrerá de 23 a 25 de setembro, numa iniciativa que alia a música à nova arte e que promete ser "de intensa intimidade coletiva".
   
De acordo com a autarquia, tudo o que se vai passar "é novo, experimental, inédito", num ambiente "urbano, explosivo, enérgico, excitante, efémero e imprevisível".
 
Com curadoria de Vhils e Underdogs e produção da UAU, a iniciativa da Câmara de Oeiras promete um alinhamento inovador de artistas plásticos e de música portuguesa.
 
"Não há provas de que funcione. Tudo indica que sim. Também é a primeira vez que alguém tem a ousadia de juntar os mais relevantes representantes da nova arte e música nacionais num jardim em Oeiras. Ainda por cima, praticamente de graça, já que os bilhetes vão custar dois euros por cada um dos três dias de arte e música", revela a autarquia em comunicado.
 
A arte estará exposta num espaço sem barreiras com o público, integrando-se no ambiente, com obras já concluídas ou ainda em execução durante o festival.
 
"Os artistas são apenas aqueles que fazem aquilo que se chama 'a cena da arte pública nacional'. Não são todos, não cabiam todos. É uma 'cena' íntima, mesmo próxima. Os palcos para as bandas e os músicos são três e estão embebidos na vegetação, tipo camuflados, e vai dar para estar em cima dos músicos e sentir tudo na pele", descreve a Câmara de Oeiras.
 
Sem pó, com o chão em relva, a organização promete não haver confusões, havendo também diversões populares, como carrosséis e carrinhos de choque.
 
Paus, Linda Martini, Batida DJ Set, DJ Ride, Bbg Parkbeat, DJ Glue e Thunder & Co vão atuar no primeiro dia. Dia 24, segue-se Chullage, Halloween, Orelha Negra DJ Set, Keso, DJ Firmeza, DJ Marfox e Francis Dale.
 
Ana Moura, Isaura, Dead Combo, Slow J, Sam The Kid + DJ Big, DJ Set e Kalaf sobem ao palco do Jardim Municipal de Oeiras no dia 25 de setembro para encerrarem o festival.
 
Dos artistas plásticos, conta-se com a presença de Add Fuel, Akacorleone, André da Loba, Bordalo Ii, Clemens Behr, David Oliveira, Mais Menos, Mar, Maria Imaginário, Mário Belém, Okuda, Pedrita, Pedro Matos, Vhils e Wasted Rita.