Festival Cortex transforma Sintra na capital das curtas metragens

Festival Cortex transforma Sintra na capital das curtas metragens
Sintra recebe até domingo o festival Córtex, já na sua sétima edição e que pretende mostrar o que de melhor se fez no formato da curta metragem em 2016.
 
A 7ª edição do Córtex – Festival de Curtas-Metragens de Sintra, regressa ao Centro Olga Cadaval, de 16 a 19 de fevereiro. 
O festival pretende mostrar "as primeiras experiências cinematográficas de uma cineasta que se tornou pioneira, ao trazer a mulher para primeiro plano nas suas obras", ainda antes do sucesso internacional de 'O piano', em 1993.
 
Na abertura do sétimo Cortéx, foram mostradas as primeiras quatro curtas-metragens de Jane Camppion, todas dos anos 1980, entre as quais 'An exercise in discipline -- Peel', o filme de estreia e que lhe valeu a Palma de Ouro em Cannes.
 
Entre os 16 filmes da competição nacional destacam-se obras já exibidas - e algumas premiadas - em festivais internacionais, como 'Balada de um batráquio', de Leonor Teles, 'Ascensão', de Pedro Peralta, e 'Pedro', de André Santos e Marco Leão.
 
Uma das novidade desta edição é a sessão 'Cintra 35mm', na qual serão mostrados filmes das décadas de 1920 e 1930 e que mostram como era a vila de Sintra naquela época. A sessão terá música ao vivo do Quarteto de Saxofones do Conservatório de Música de Sintra.
 
Este ano a secção Hemisfério é programada pelo London Short Film Festival.
 
Fora do grande ecrã, o Córtex contará com concertos de Lula Pena e Helena Madeira no Museu das Artes de Sintra.