Fernando Santos promove cinco regressos para alcançar a liderança do Grupo I

Fernando Santos promove cinco regressos para alcançar a liderança do Grupo I
O selecionador Fernando Santos afirmou hoje que um triunfo frente à Sérvia deixará Portugal "dependente de si próprio" para estar no Euro2016 de futebol, tendo para isso promovido cinco regressos à convocatória da formação das ‘quinas’.
 
O guarda-redes Ventura (Belenenses), os defesas esquerdos Eliseu (Benfica), Antunes (Dínamo Kiev) e Fábio Coentrão (Real Madrid) e o avançado Hugo Almeida (Kuban Krasnodar) integram uma lista de 24 jogadores que dão "toda a confiança" ao técnico luso.
 
"Quando tenho jogadores rodados e que estão a jogar nos seus clubes, fica mais fácil. Temos uma predefinição do que será o melhor para defrontar a Sérvia, mas ainda temos uma semana de trabalho pela frente e algumas coisas podem mudar. Tudo está em aberto de acordo com os treinos que vamos realizar", afirmou Fernando Santos.
 
Em conferência de imprensa, na sede da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), em Lisboa, o selecionador lembrou que um triunfo no dia 29 de março, no Estádio da Luz, perante a Sérvia deixará a formação lusa no primeiro lugar do Grupo I e com o caminho aberto para estar na fase final do Europeu, que vai decorrer no próximo ano, em França.
 
"Vamos ter pela frente uma excelente equipa, com um conjunto de jogadores fantásticos, sabemos o que os jogadores valem, mudou de treinador e isso pode levar a uma mudança no tipo de estratégia da equipa", referiu.
 
Sobre o rendimento do ‘capitão’ da seleção nacional, Cristiano Ronaldo, que tem sido algo criticado em Espanha pelas suas últimas exibições no Real Madrid, Fernando Santos desvalorizou a situação.
 
"Espero e desejo que faça um grande jogo em Barcelona no próximo fim de semana. Tenho a certeza de que vai estar aqui com a mesma ambição, confiança, a querer ajudar a equipa e a ganhar. Não me preocupa nada", disse o selecionador.
 
Com Beto lesionado, Fernando Santos optou por chamar Ventura para o seu lugar, um guarda-redes que tem sido titular no Belenenses e que repete a presença na seleção, apesar de não ter somado qualquer internacionalização.
 
"O Beto não está em condições, tenho uma confiança enorme nele, mas infelizmente não pode estar. Tínhamos de escolher um terceiro guarda-redes e escolhemos o Ventura. Tem qualidade, pela idade tem um enorme futuro pela frente e foi uma escolha normal", explicou.
 
Depois de ter dado boas indicações na sua estreia frente à Arménia (1-0) e de ter marcado o golo do triunfo num particular com a Argentina (1-0), o lateral esquerdo Raphael Guerreiro estava na lista inicial dos convocados do selecionador, mas acabou por sair, também devido a problemas físicos.
 
"Foi-nos dito que o jogador não está disponível para treinar nos próximos 10 dias. Fazia parte da convocatória, mas infelizmente teve de ser excluído", disse.
 
Os 24 convocados de Fernando Santos juntam-se na segunda-feira numa unidade hoteleira de Cascais até às 22:00. Até ao duelo com a Sérvia, Portugal irá, à partida, realizar cinco treinos, com passagem pelo Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, Estádio Nacional, em Oeiras, e Estádio da Luz, em Lisboa, palco do encontro.
 
Portugal ocupa o segundo lugar do Grupo I de qualificação para o Euro2016, com seis pontos, menos um do que a Dinamarca (mais um jogo), e mais dois do que a Albânia e mais cinco do que a Sérvia e do que a Arménia.
 
Além do jogo com a Sérvia, Portugal vai ainda disputar um particular com Cabo Verde, dois dias depois, sendo certo que os titulares na partida com a equipa de leste não vão estar no jogo marcado para o Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril, cuja convocatória vai ser divulgada na segunda-feira.