Feira Internacional de Arte Contemporânea pela primeira vez em Cascais

Feira Internacional de Arte Contemporânea pela primeira vez em Cascais

A Feira Internacional de Arte Contemporânea de 2014 vai realizar-se pela primeira vez no concelho de Cascais, no Centro de Congressos do Estoril, contando com 50 galerias vindas de Portugal, Angola, Brasil, Moçambique, Espanha, China e Rússia.
O evento, que se realiza entre 8 e 11 de maio de 2014, integra o Est Art Fair que decorre durante todo o ano, com várias atividades, como seminários, ‘workshops' e visitas guiadas para especialistas, colecionadores e para os apreciadores de arte, entre outros.
Em declarações à agência Lusa, o diretor do Est Art Fair, Luís Mergulhão explicou que se trata de um projeto que visa "impulsionar o mercado de arte em Portugal" e "estimular a promoção internacional de artistas nacionais já consagrados ou em início de carreira".
"A arte tem de ser estimulada ao nível da criatividade que os artistas conseguem desenvolver na produção da sua obra mas também tem de ter mercado, transações, compra e para isso é preciso que haja técnicos que avaliem", sustentou.
Além disso, acrescentou, o Est Art Fair é uma forma de Portugal promover a sua arte com os países com quem tem relações mais estreitas para que invistam no mercado cultural do país.
A organização da Est Art Fair vai apostar fortemente na promoção externa do evento, especialmente para atrair a participação de galerias e artistas estrangeiros, "fundamentais para a criação de um mercado de arte consistente e sustentável", revelou Luís Mergulhão.
Nesse sentido, está agendado já para junho o lançamento internacional da Est Art Fair, no âmbito da Art Basel 2013, uma das mais importantes feiras de arte no mundo, e será ainda realizado, entre setembro e novembro deste ano, um "road show" de apresentação do evento no Brasil, China, Espanha e Angola.
Para a Câmara de Cascais, parceira do evento, o Est Art Fair reflete a "forte aposta do executivo na área da cultura e criação".